categoria12 category image

Volta às aulas/trampo

29 . janeiro . 2014

É galera, as férias definitivamente acabaram e é hora de todos retomarmos as tarefas, sejam profissionais, escolares, domésticas, etc. O calendário escolar está voltando para assombrar alegrar a vida de muitos estudantes e, com isso, de muitos professores também. Yes, I am an English teacher. Kisses.
Salvo aqueles que têm férias em época diferente das férias de fim de ano, este post é dedicado àqueles que precisam comprar materiais escolares. Acreditem, até eu que já sou marmanja-formada tenho meus momentos de “ai-meu-Deus-preciso-comprar-minha-agenda-lápis-borracha-estojo-etc.” Afinal de contas, professor tem que estar “munido” de ferramentas para utilizar no trabalho (e até fora dele, algumas vezes). Para aqueles que são organizados, com certeza já foram atrás de suas agendas e blocos de anotações antes mesmo de 2013 ter acabado, não é assim?
Durante minha jornada em busca de materiais (fofos) escolares, separei algumas dicas para vocês e espero que ajudem na hora da escolha!

Hoje em dia todo mundo precisa de um caderno, não é mesmo? Seja para escrever cartinhas, para fazer anotações, estudar, desenhar ou para deixar de enfeite (é o seu caso? o.O). Se você é da mesma linha de raciocínio que meu pai de que “caderno pode ser qualquer um, desde que tenha folhas para escrever” então nem continue a ler esse item. Porque eu sou daquelas mocinhas que ama um caderno fofo com folhas super delicadas e bem decoradas! Para a tristeza do nosso bolso, esses cadernos são os mais carinhos e são utilizados da mesma forma daqueles “sem sal”. Para quem ama escrever cartinhas (como eu) é bacana apostar em um caderno com folhas decoradas, a carta fica mais delicada e sensível, não acham? Alguns meninos também preferem optar por cadernos com capas “maneiras” do estilo Angry Birds, Simpsons e Bad Boy mas isso não é tão comum. Independente do estilo de caderno que você for escolher, lembre-se sempre do seu perfil, do propósito destinado ao caderno e do valor investido.
Eu tenho cinco cadernos “especiais” aqui em casa, cada um com um propósito: dois cadernos são apenas para resenhas do blog; um é para preparação de aulas (trabalho) e outro apenas para cartinhas. Todos eles são decorados!

Os organizados de plantão sabem exatamente o dilema de comprar uma agenda nova. Porque, convenhamos, não é apenas escrever, é questão de design, de capa, de “fofurices”, e da própria organização que a agenda oferece pra gente. Por exemplo, por falta de uma eu tenho três agendas, cada uma com um objetivo. Comprei uma do Pequeno Príncipe, importada, lindíssima e só uso para marcar horários de aulas (trabalho); a que mais uso, da Eco Linea (Jandaia) é lindíssima, impressa com papel reciclado, com desenhos de passarinhos (já disse que adoro passarinhos, né?) e uso para marcar todos os eventos do dia (gastos, acontecimentos, faturas de cartão, envios de produtos pelo correio, etc). E, por última mas não menos importante, uma agenda para programar os posts do blog. Essa agenda eu ganhei da Editora Farol Literário e achei super básica e ótima para essa função.
Escolher uma agenda é quase como escolher uma roupa íntima e não vale preconceitos. Cada um conhece seu próprio perfil, as necessidades que uma agenda deve suprir e os objetivos para ela.

Depois que eu comprei a minha mochila para viajar, eu me apaixonei por elas! Apesar de não ser a “coisa-mais-chique” do mundo e não combinar com todos os estilos, a mochila facilita muito a minha vida. Quem carrega, diariamente, agendas, estojo, livro, caderno, carteira, óculos e outros itens (mulherada sabe bem do que estou falando) sabe como aquele ditado “quanto maior, melhor” faz todo o sentido. E com a mochila tudo parece mais leve que na bolsa. Se eu pudesse só sairia de mochila, sério. Decidi que vou ao trabalho só de mochila e já estou paquerando algumas que vi na Internet (inclusive essa de caveirinhas no site Uh Lala). Mas é importante levar algumas considerações antes de comprar sua mochila:

• Se você sai muito de moto, prefira mochilas de nylon ou de material impermeável. Já pensou sair na chuva com seu livro preferido dentro da mochila toda molhada? Ai que dozinha.
• Quais as necessidades que sua mochila precisa atender? Ela precisa de muitos compartimentos ou apenas o compartimento principal?
• O tamanho da mochila também precisa ser levado em consideração de acordo com idade, peso, altura e quantidade de objetos a serem carregados nela.
• Falando em quantidade, não podemos esquecer de carregar o menos possível para não prejudicar a coluna.
• O preço também deve ser levado em conta mas, às vezes, o barato sai caro. Confira o material, a resistência e qualidade da mochila.

Observações:

• Não julgue uma moça de 26 anos pelo seu estojo cheio de fofurices ou pelos cadernos delicados.
• Sim, eu tenho três agendas. Me julgue!
• O que é bonito para mim pode não ser bonito para você e vice-versa. Gosto é igual roupa íntima, cada um tem a sua ok?
• Os preços dos materiais escolares costumam aumentar em época de início de aulas. Se, no seu caso, não for uma necessidade urgente, espere mais um pouco para comprar seus itens fofos.
• O bacana de ser professora é que a gente encontra motivos muito rápido para comprar algum item de papelaria. Eu, por exemplo, amo post-its, marcadores, marca textos, bloquinho de anotações, canetas coloridas e até lápis de cor. E, por incrível que pareça, quando se é professora todos os itens são importantes. Eu tento adquirir tudo o que um professor precisa, inclusive grampeador, clips e canetão para quadro branco. Nunca se sabe quando aparecem as emergências.

E vocês, me contem: quais itens de papelaria são essenciais para carregar no dia a dia?? Não esqueçam do tema #papelariadimoca no Instagram da Semana!
Beijos di moça!

@blogdimoca no Instagram!

Di Moça :: Colecionando sonhos e palavras! - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015 - Ilustração por Juliana Rabelo