categoria17 category image

One Lovely Blog Award

22 . dezembro . 2014

O Di Moça ama responder memes e tags, me sinto tão importante ao ser lembrada por outros blogueiros que me sinto nas nuvens. Por isso, quero agradecer a todos que um dia convidaram o Di Moça a participar de qualquer meme/tag e peço desculpas caso eu não tenha feito alguma delas.

No post de hoje respondo a TAG One Lovely Blog a convite da Juh Claro, da Angel e da Nique – blogueiras que eu admiro muito.
Já me sinto nas nuvens!
A brincadeira consiste em responder 11 perguntinhas e indicar 11 blogs para participar dessa fofurice! Então vamos lá!

Por que decidiu criar um blog e quando começou?

Sou blogueira desde os meus 12 anos (adoro mencionar isso) e peguei muitas fases boas e diferentes do mundo blogueiro. No começo eu fiz um blog apenas para compartilhar meu dia a dia com outras pessoas que tivessem afinidades comigo. Com as mudanças no mundo blogueiro fui me adaptando à elas e hoje o blog Di Moça continua como uma terapia contra a depressão e síndrome do pânico e onde eu posso compartilhar um pouco das coisas legais do meu mundo.

Quais os benefícios que o blog te traz?

Nossa, muitos! Eu comecei a levar a sério esse mundo blogueiro quando foi diagnosticada a síndrome do pânico, em 2009. Desde então optei por usar o blog como uma fuga de escape, uma terapia para que eu conseguisse me sentir viva e parte do mundo (mesmo que o virtual). Foi então que despertei o amor pela leitura, pelos vídeos e pelas coisas boas que aconteciam comigo apesar de tudo. O blog me aproximou de muitas pessoas incríveis e, com certeza, as amizades que carrego no coração me fazem ir em frente.

Qual é o post mais acessado?

Nem acreditei quando verifiquei que o post mais acessado é justamente o que não foi feito por mim. O bolo de leite ninho foi feito pelo Jonathan Freitas e, pelo visto, fez o maior sucesso.
Muito sacana vocês, hein leitores! -.-‘

Você usa redes sociais?

Prometi a mim mesma que pararia de me inscrever em redes sociais, acho que estou conseguindo. Mas uso sim, as que estou mais conectada são Facebook, Youtube e Instagram. De vez em quando checo o Twitter.

Como o blog tem evoluído?

É interessante e motivador perceber como os posts e a interação que eu tenho com os leitores me ajudam a evoluir de alguma forma e, consequentemente, o blog. Apesar de ter ficado afastada por alguns meses devido a gestação, agora que voltei estou me sentindo mais pronta para abordar meu mundo de forma divertida e sem pressão. Os leitores têm me ajudado muito a continuar com as ideias e manter o foco de blogar com amor!

Já viveu algum fato importante por causa do blog?

Já tive algumas oportunidades de entrevistas em jornais e revistas da minha cidade mas o fato que sempre fica na memória é a Bienal do Livro. A primeira vez que fui, em 2011 no Rio de Janeiro, tornou real a interação que eu tenho com muitos blogueiros, leitores e autores. Estive no paraíso e repeti a dose em 2013, também no Rio, revendo e conhecendo mais pessoas bacanas. Tudo isso só me deixa mais contente e realizada com o blog.

De onde nasce a inspiração para escrever e continuar com o blog?

É muito gostoso quando eu escrevo e compartilho alguma coisa aqui no blog e os leitores retribuem com comentários significativos e opiniões sinceras. Isso me dá ânimo porque sei que não estou escrevendo à toa e, melhor que isso, muitas pessoas se identificam com o que escrevo aqui. Fico mais animada e empolgada com ideias novas e sempre aberta a sugestões.

O que você tem aprendido a nível pessoal e profissional esse ano?

A nível pessoal foi um choque no começo mas depois me acostumei (até demais) com a ideia de ser mãe. Tive que dar um tempo aqui no blog, respirar fundo e pensar em como seria a nova Jessica, essa com um filho no colo chamando-a de mamãe. Durante esses meses percebi que recebi um dos maiores presentes que um ser humano pode receber e só tenho que abraçar e amar essa dádiva maravilhosa. Estou super ansiosa para começar uma nova vida pessoal.
No âmbito profissional fiquei mais decepcionada com a minha realidade mas acredito que até nisso eu aprendi que há tempo para toda e qualquer mudança que seja para melhor. Se você não está feliz no campo profissional, nada te impede de mudar o caminho e começar outras tentativas. A gente só tem essa vida para tentar então por quê perder tempo com o que nos incomoda?

Qual sua frase favorita?

São muitas e fica até difícil escolher apenas uma, mas vamos lá. “Essa esperança é para nós como âncora da alma..” (Hebreus 6:19)

Qual conselho você daria para quem está começando agora no mundo dos blogs?

Hum, se conselho fosse bom eu não dava mas vendia. Brincadeirinha. O mundo blogueiro mudou muito desde que entrei nele e parece que as pessoas só querem se inserir para ganhar popularidade, cortesias e sucesso. Pode até ser que você consiga de um dia para o outro (verifique se nasceu com o bumbum virado para a Lua) mas as chances são bem pequenas. As chances são de que você reme, reme e no final se afogar. Porque blogar precisa primeiro de tudo do seu coração: de amar aquilo que se faz, de querer investir muitas horas fazendo uma publicação e interagindo com seus leitores. De se transmitir através de palavras por inteiro, sem falsidades. O resto, meus amigos, se torna consequência do seu ótimo trabalho.

O que os blogs que você vai indicar têm em comum?

São blogs que eu visito sempre, que preciso espiar pelo menos uma vez ao dia e deixar minha marca registrada!

Espero que tenham gostado! Agradeço as meninas que me indicaram ao meme!
Beijos di moça!

@blogdimoca no Instagram!

:: Di Moça :: Colecionando sonhos! - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015 - Design por Jeh Asato