categoria2 category image

Tortura cor-de-rosa :: Lycia Barros

01 . março . 2012

Foi uma enorme surpresa quando recebi este livro da Lycia, na Bienal ano passado! Era o dia do meu aniversário, estava longe da família, sem dinheiro por causa do táxi, meio deprê e foi então que a Lycia me presenteou com o seu livro Tortura cor-de-rosa. Infelizmente demorei um bom tempo para lê-lo mas cá estou com uma resenha que, espero, deixe todos motivados a ler este livro! Um beijo especial para a Lycia!

Tortura cor-de-rosa
Autora: Lycia Barros
Ano: 2011
Páginas: 149
Editora: Danprewan

* Livro presentada pela autora.
Sinopse:

Ava é uma garota que já viveu em muitas cidades. Por causa do emprego do pai, Ava e sua mãe mudam constantemente de cidade. É difícil para uma garota conseguir fazer amizades, fixar padrões e até criar uma identidade própria. Com 13 anos, Ava já estava morando em Brasília, descobrindo-se mulher e que, apesar de não ser uma modelo de mulher brasileira, tinha sua beleza.
Com o passar dos anos, Ava vai descobrindo sobre assuntos pertinentes à sua idade e outros mais adultos: sexo, paixões secretas, amizades sinceras e até aquela paixão platônica que toda adolescente tem pelo astro de futebol juvenil.
Quando a garota se muda para São Paulo, sua vida muda de cabeça para baixo. Na escola, principalmente, Ava vai se deparar com o significado da palavra bullying e aprender a ultrapassar essa barreira com dignidade como toda jovem cristã. Com isso ela vai contar com uma grande amiga exótica, um rapaz lindo de morrer e até pessoas que ela não esperava contar!

– Já que decidi me arriscar, tem que ser por algo que realmente valha a pena.

Quem aqui já foi ou está sendo vítima de bullying? Tá, não precisa se manifestar porque imagino como deve ser horrível. Só imagino porque graças ao bom Deus eu não fui vítima dessa manifestação de preconceito. Uffa. E olha, vou ser bem sincera com vocês, eu tive tudo para ser vítima desse mal. Vocês não têm ideia do meu cabelo na escola, Jesus, era o fim da Igreja. Meu corpo demorou muito para se “desenvolver” – e até hoje ele não é desenvolvido – e eu adorava usar camisetas, calça jeans e tênis. Usava o cabelo bem amarrado, jogava tudo pra trás e voilà, parecia um moleque. Era um alvo fácil para os garotos e garotas. Talvez eu até tenha sido mas não chegou aos meus ouvidos. Até hoje eu sou “avoada” para essas coisas de beleza, comportamento. Cresci com dois irmãos, vivi no meio de rapazes, então dá-lhe Jessica que adora andar descalça, os cabelos desgrenhados, não cuida dos pés e nem das mãos e adora um futebol.
Lembro que na escola, nossa, tinha meninas que eram alvos fáceis dos garotos. Tinha até dó delas, sério mesmo. E dentro do grupo dos próprios garotos, um era alvo do outro. Coisa besta. Mas era assim.

Ava é uma adolescente que se muda constantemente de cidade por causa do trabalho do pai. Quase não dá tempo de se acostumar com sua nova vida e pluft, já está mudando de novo. Mas uma hora o coelho tem que sossegar e é em São Paulo que a autora Lycia Barros desenvolve sua obra de forma bem humorada sobre um assunto muito sério e corriqueiro (infelizmente).
Com 15 anos, Ava se depara com uma nova vida, uma nova escola, um novo bairro. Dessa vez tem que dar certo, tem que funcionar e permanecerem por lá mais tempo que o normal. Sempre que a gente vai enfrentar alguma coisa nova, dá aquele medo né? A gente se pergunta se vai dar certo, fica aquele frio incomodando a barriga e tem gente que tem que ir correndo pro banheiro, é sério. Ava fica com esse medo ao entrar na sala de aula. E a primeira coisa que ela vai ter que encarar é Jaque – prazer, Jaqueline Stuart, saca o nome chique da menina – e suas seguidoras. Que escola não tem essas patricinhas, metidas à besta? Agora é a vez de Ava lidar com elas. O pior: ser o alvo delas. Mas Ava não é a única garota perseguida nessa escola, é apenas a novata do grupo dessas pessoas. Yoshie, sua mais nova amiga – também “sofredora” de bullying – vai ajudar Ava a lidar com essas meninas que pensam que são Carmem Miranda do colégio. Ninguém merece.

E se tudo isso parece um auê, imagine acrescentar um garoto – lindo de morrer – no meio? Lucas não é apenas o garoto dos sonhos da Ava, é o garoto do sonho de todas as meninas, inclusive – quem? – Jaque? A garota vai fazer o possível e até um pouco do impossível para tirar Ava do seu caminho. Será que existe chances para Ava?

Primeiro livro da autora que tenho o prazer em ler! Se você pensa que, pelo fato de Lycia ser cristã, você vai se deparar com um livro certinho, cheio de instruções abençoadas por Deus, está enganado(a)! A autora bota pra quebrar! Consegue construir e modelar os personagens e falas como o cotidiano mesmo, impossível você não rir e até se encontrar em alguns momentos da história! Eu, particularmente, ri demais com as atitudes da Ava. Quem pensa que cristão é mole e leva desaforo, vai com calma aí! A autora apresenta o bullying de forma mais light porém real. Claro,a gente não quer terminar a leitura com medo de qualquer um vir a nos atacar porque sofreu bullying há dez anos atrás, na sua turma de escola né? Não, a autora consegue domar o assunto, deixando a gente alerta – os pais também, fiquem ligados que esse livro pode te ajudar – tanto para quem sofre e até quem causa esse estrago.

Uma história narrada em primeira pessoa que flui como música no verão. A autora consegue te prender do começo ao fim, te divertindo, deixando preocupada e torcendo para os personagens! Super recomendado para todos que gostam de uma leitura prazerosa! ;)

Que tal concorrer um marcador autografado do livro?

Curtir a FanPage do Meine Liege no Facebook.

Comentar na resenha (deixe seu nome do usuário do facebook).

É isso, galera! Espero que tenham gostado e ótimas leituras pra vocês! ;*

Lycia Barros

A autora Lycia Barros reside com o marido e os filhos em sua cidade natal: Rio de Janeiro. Hoje, como sua função principal, atua apaixonadamente como escritora. Paixão essa, herdada desde que cursou letras na UFRJ. Seu primeiro romance foi lançando em Outubro de 2010.

Site da autora | Site da editora Danprewan


• Hey! Deixe um comentário aqui •

• Temos 36 comentários nesta postagem" •

Lucy, disse: - 01-03-2012 (17:35)

Nossa, histórias com bullyng tendem a chocar mesmo. Me interessei muito pelo livro, acho que das resenhas de livros nacionais que tenho visto pela blogosfera esse foi um dos que mais me chamou a atenção. Vou procurar pra comprar heheh.
Bjos bjos

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Lucy,

Sério flor, ai que chique!!! Hehehe, eu adorei esse livro, muito bom! Acho que ele tá em promoção, agora não sei se é no site da editora ou da autora, me contaram que estava por R$ 15,00! *-*

Beijos!




Martha, disse: - 01-03-2012 (18:52)

A capa do livro é linda. Eu não sofri bullying, mas imagino tb que seja horrível. Acho importante mostrar determinados assuntos de uma forma que todos possam entender, como parece o caso desse livro.
O bacana é que é mais um livro nacional, com conteúdo!!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Martha,

Então flor, ainda mais quando começou a sair várias notícias na TV sobre isso. Nos EUA parece ser mais “comum” esse tipo de tramento: nos filmes a gente vê que as líderes de torcida comandam, os nerds pagam um preço e tudo o mais… Mas o livro é muito bom viu, eu adorei!

Beijos!




Mariana Garcia, disse: - 01-03-2012 (19:07)

Depois que li A Bandeja da Lycia Barros, fiquei que nem louca querendo ler outros livros da autora, mas por algum motivo ainda não me vi, muito empolgada a ler Tortura Cor de Rosa, talvez pelo tema, talvez por que a personagem principal seja tão nova, não sei.

Ainda assim, acho que é uma ótima recomendação! =)

Beijokas

Mari – @oblogdamari
Facebook: eng.marianagarcia =)

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Mariana Garcia,

Então flor, todo mundo que conheceu a Lycia foi pelo livro “A bandeja”, eu ganhei numa promo da editora mas, como a autora me deu o livro, seria um pecado não começar por este né! Mas olha, eu gostei bastante viu, deu pra rir, torcer pela personagem, ficar com raiva da antagonista, muito legal!

Beijos!




Isabel Maia, disse: - 01-03-2012 (19:49)

Lendo a resenha, me identifico muito com a Ava. Eu nunca passei por mudanças dramáticas tipo mudança de cidade, necessidade de refazer a vida em outro lugar, fazer novas amizades, etc. É mais pela parte do bullying. Eu fui vítima disso… Minhas orelhas tipo Elefante Dumbo, a forma como minha mãe me vestia, ter começado a usar óculos muito jovem, meu visual em geral… Convivi com isso até chegar à formação pré-vestibular.
Por isso acho bem importante alertar a sociedade, os pais, os próprios professores e educadores para essa realidade. Pode deixar sequelas bem graves nos jovens tipo traumas complicados de resolver.
Gostei muito de ler a sua opinião sobre o livro flor.

Um beijão gigante :)

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Isabel Maia,

Sério flor? Nossa, nem imaginava! Eu tive todas as oportunidades de ser alvo de bullying mas graças a Deus não fui. Talvez tenha sido sem saber mas nunca ninguém me incomodou com apelidos por eu ser muito magra, não ter peitos, ter os cabelos horríveis, usar aparelho, bandana, essas coisas…

Sim, com certeza é importante alertar a sociedade e achei muito bacana a Lycia ter colocado o assunto de forma bem natural, sem forçar ou deixar qualquer um traumatizado, com vontade de voltar pra sua antiga escola atirando em todo mundo,sabe?

Beijos!




Beatriz, disse: - 01-03-2012 (19:52)

Oi Jeh, eu não conhecia o livro e nunca li nada dessa autora.
A capa não me agrada muito não mais parece ser uma boa leitura.

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Beatriz,

Sério flor? Nossa, eu conheci sobre a autora com o livro “A bandeja – qual pecado te seduz?” e muitos blogueiros amaram esse livro! Comecei por esse porque ganhei de presente e amei viu, uma leitura que flui super bem! ;)

Beijos!




Paloma Viricio, disse: - 02-03-2012 (00:11)

OIe! Adorei seu site! Eu vi esse livro sendo falado em outros sites e blogs…parece muito legal! Marcadores? Eba…concorrendo!^^
Beijos!
http://palomaviricio.blogspot.com

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Paloma Viricio,

Oi Paloma, muito obrigada!! Seja sempre bem vinda!
Um beijo!




:: Loma, disse: - 02-03-2012 (06:25)

Hey Jeh ^^

Histórias com bullyng me deixam deprê kkk
Acredito ser uma história que chega a real, pelo menos foi o que senti lendo sua resenha acima.

ps: esta em minhas orações, viu!!

Xxx

:: Loma

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@:: Loma,

Sério flor? Eu fico muito triste mas não fico deprê. Dou graças a Deus por não ter passado por isso porque, nossa, fui um alvo muitooo fácil. Um dia eu mostro minhas fotos pra vocês…. :x

Obrigada de coração pela oração, de verdade, preciso muito!
=*




Jessica Carvalho, disse: - 02-03-2012 (13:03)

Oie Jeh!

Eu tinha lido uma resenha desse livro, e fiquei imaginando algo do Tipo “Torpedo – Garotas S.A” (vc já leu?), mas acho que me enganei. É um assunto bem delicado e polêmico, mas necessário. É bom ter livros que tratem sobre o tema, ainda mais nacionais!

Boa resenha XD

Beijus =*

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Jessica Carvalho,

Oi flor, ainda não li esse que você mencionou mas fui procurar a sinopse, claro, hehehee. Apesar de o livro parecer bem interessante (não conhecia, hihih), o torutira cor-de-rosa é sobre bullying, a escola é para garotos e garotas mesmo. Fala sobre relacionamentos, tanto familiar quanto de amigos e até de namoro. Bem legal, a trama é divertida, a gente se envolve bastante com a história!! Eu adorei!

Beijos!




Jessica Carvalho, disse: - 02-03-2012 (14:29)

Ah, passando de novo para lhe dizer que te indiquei em um meme.

Bjus =*

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Jessica Carvalho,

Oi Jeh! Muito obrigada pelo meme mas acabei de postar esse meme, poxa, se tivesse visto antes… =(
Vou tentar responder suas perguntas pelo seu blog ok???

Beijos com carinho! =*




Amanda Faustino, disse: - 02-03-2012 (14:30)

Vejo muitos casos lá na minha escola sobre a prática de bullying, e acho horrível. Estamos agora estudando sobre o bullying, falando sobre e produzindo algumas coisas para ver se sensibilizamos alguns que fazem essa prática feia. Mas creio que vai ser difícil, mas não impossível.
A respeito do livro, acho que ele seria uma boa leitura para mim. Tenho muita vontade de ler os livros da Lycia, ela parece ter uns livros bons.

Beijos,
Mandi – Book and Cupcake.

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Amanda Faustino,

Sério, flor? Nossa, terrível viu! Na minha época (nossa, como isso soa velho) isso existia mas não era tão palpável, sabe? Daí a gente vê horrores pela TV e o assunto explode pra tudo quanto é lado, como se fosse moda bonita fazer isso! :x

Eu adorei o livro, recomendado viu! ;)
Beijos!




Aione Simões, disse: - 02-03-2012 (15:17)

Oi flor!
Que linda a Lycia ter te presenteado na bienal!
Já li dois livros dela e amei demais, então quero ler tudo que ela escreveu e ainda vai escrever!
Realmente, ela sabe muito bem colocar a questão cristã nos livros dela ^^
Beijão Jeh!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Aione Simões,

Sim!!! Foi a única, acredita?? Adorei o carinho dela, tanto é que a gente não se conhecia, e o contato era bem pouco! Um amor de pessoa, alto astral, me fez rir demais!!! Adorei mesmo viu!
Eu vou ler “A bandeja”, dela também. Ganhei numa promoção da editora mas acabei deixando os de parceria na frente. Agora que conheço a forma de escrita dela, quero ler logo!

Beijos!




cris dornelas, disse: - 02-03-2012 (17:44)

Nossa adorei!!! Que reeeeenha! Que livro fantástico! Ah eu quero ler, eu tenho que ler. Nossa…perfeito mesmo. Eu quero *0*

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@cris dornelas,

Eba eba!!! Huhuh e o livro tá em promoção flor, se quiser conferir!!
Hihihih!!!

Beijos!




Isabela Minati, disse: - 02-03-2012 (19:26)

Meniiiiina, eu não tinha interesse nenhum nesse livro, mas você, hein? Me deixou com vontade de comprar agora mesmo quando disse que a leitura flui como música! haha. Acabei de procurar preços e descobri que é super barato! Tem por 13,50, imagina! hahaha. Mas é sério, logo vou comprar.
O tema tratado é bem complicado mesmo, mas a leitura parece ser levinha. Adoro livros nacionais e adoro mais ainda quando são narrados em primeira pessoa!
Estou torcendo bastante pra ganhar o marcador, pra combinar com o meu livro quando eu tiver ele, haha.
Beijo!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Isabela Minati,

Sério flor??? Aaai que tudooo!!! Nossa, esse livro é muito bom, vale a pena sim! Você vai adorar, tenho certeza! Tenho outro livro da Lycia pra ler, chamado “A bandeja”, conhece? Pelo o que já vi nos blogs, esse livro é incrível!!! Hhihih! E não deixe de conferir o novo lançamento dela “A garota do outro lado da rua”! \o

Beijos flor!




Isabela Minati, disse: - 02-03-2012 (19:28)

Isabela Minati,

Esqueci do perfil do face, haha.

Isabela Minati
http://www.facebook.com/isabelaminati


Karine Marinho, disse: - 02-03-2012 (20:41)

Ameeeeeei o livro da Lycia, apesar de isso ser uma coisa que frequentemente acontece. A Lycia escreve de uma maneira que me encanta! *————*
Beijos,K.
Girl SPoiled

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Karine Marinho,

Aaai que legal Ka! Eu também, adorei a escrita, a forma como tudo flui, adorei mesmo!! Hihihih!! Você já leu outros livros da autora? Está ansiosa pra ler “A garota do outro lado da rua”? Parece legal, né??

Um beijo!




Paloma da Costa, disse: - 04-03-2012 (13:50)

Gostei do nome do livro, parece tão lindo!
Gostei da resenha!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Paloma da Costa,

É muito bacana! Trata sobre bullying entre as garotas, mas de uma forma bem centrada e sem ser forte, de deixar a gente se sentindo mal sabe? É muito legal, recomendo viu! ;)




Kácia Ribeiro, disse: - 05-03-2012 (07:16)

Own… ficou lindo o layout novo amora…

Amei a resenha! Não curto muitooooo o rosa, sou mais lilás *-*

Amo-te

Beijão ;*

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Kácia Ribeiro,

Sério amora? Ai que bom, porque eu fiz num dia deprê pra não ficar mais deprê ainda, sabe???

Hihihih, eu amo tortura roxa… =)

Beijos, te amo! <3




Karine Marinho, disse: - 06-03-2012 (20:10)

Jeh Asato,

Supeeeeer! mas tô completamente atolada que não posso nem ler um livrinho :( Mas tô juntando o money para comprar e deixar guardadinho *—*


Gossip girl, disse: - 25-04-2012 (18:33)

A capa é interessante e a sinopse também. Mas me lembra muuuito o filme Meninas Malvadas (means girls)

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Gossip girl,

Oie!!
É, mais ou menos Meninas Malvadas! A autora aproveitou bem o assunto de bullying entre meninas!

Beijos!




@blogdimoca no Instagram!

Di Moça :: Colecionando sonhos e palavras! - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015 - Ilustração por Juliana Rabelo