categoria2 category image

Destino #1 :: Ally Condie

24 . agosto . 2012

Quando recebi o segundo livro da trilogia “Matched” em parceria com a editora Suma de Letras não pensei duas vezes: a próxima leitura seria Destino, primeiro livro da trilogia – claro, preciso começar do começo e peço desculpas pela redundância desnecessária.

Destino (Matched – #1)
Autora: Ally Condie
Páginas: 240
Editora: Suma de Letras

* Livro enviado pela editora como cortesia.
Sinopse:

Cassia tem absoluta confiança nas escolhas da Sociedade. Ter o destino definido pelo sistema é um preço pequeno a se pagar por uma vida tranquila e saudável, um emprego seguro e a certeza da escolha do companheiro perfeito para se formar uma família. Ela acaba de completar 17 anos e seu grande dia chegou: o Banquete do Par, o jantar oficial no qual será anunciado o nome de seu companheiro. Quando surge numa tela o rosto de seu amigo mais querido, Xander – bonito, inteligente, atencioso, íntimo dela há tantos anos -, tudo parece bom demais para ser verdade.Quando a tela se apaga, volta a se acender por um instante, revelando um outro rosto, e se apaga de novo, o mundo de certezas absolutas que ela conhecia parece se desfazer debaixo de seus pés. Agora, Cassia vê a Sociedade com novos olhos e é tomada por um inédito desejo de escolher. Escolher entre Xander e o sensível Ky, entre a segurança e o risco, entre a perfeição e a paixão. Entre a ordem estabelecida e a promessa de um novo mundo.

Crédito: Skoob

O que você precisa saber sobre o livro Destino foi bem apresentado na sinopse acima. Mas vou citar algumas observações e compartilhar minha experiência literária com o primeiro livro da trilogia de Ally Condie. Vamos lá! ;)

Cassia Maria Reyes é uma adolescente de 17 anos que vive em uma Sociedade controladora: desde a sua formação profissional, amorosa e até sua morte, a Sociedade tem controle de tudo para que assim haja uma perfeita harmonia entre os cidadãos. A busca pela qualidade 100% de vida dos cidadãos é o foco já atingido pela Sociedade. Ela oferece tempo aos cidadãos. Vivem mais e melhor do que quaisquer outros cidadãos na história do mundo.
O Banquete do Par é uma das celebrações mais esperadas pelos cidadãos e Cassia está prestes a vivenciar o dela. Realizado pela Prefeitura da Sociedade, o Banquete tem como intuito apresentar o Par escolhido para ela. O Sistema de Pares tem como objetivo selecionar – através de probabilidades e não sorte, sentimentos, etc. – casais que sejam compatíveis e que produzam crianças saudáveis do ponto de vista físico e emocional.
Já imaginou ter que viver ao lado de alguém escolhido por outra pessoa? Ok, isso já aconteceu antes, no passado. Na história em questão quem escolhe são Funcionários altamente treinados e capacitados no trabalho de classificação que aponta o Par ideal para você. Cassia está super animada para finalmente descobrir quem é o Par ideal para que, juntos, construam uma vida eficaz.
Para sua surpresa e felicidade, o Par escolhido foi o seu melhor amigo Xander Thomas Carrow. Uau, pelo menos o medo e o embaraço de um primeiro encontro foi lançado terra abaixo, já que Xander e Cassia são amigos desde a infância. Mas quando Cassia está prestes a “conhecer” um pouco mais sobre o seu Par, com as informações gravadas em um microcartão (todo mundo recebe um quando anunciado o Par correspondente), aparece o rosto de outro garoto no terminal. E Cassia conhece esse garoto… Ky Markham. Mas Ky não poderia estar ali, nem ao menos pode ter um Par. É considerado uma Aberração na Sociedade e só foi incluído nela por causa dos tios. A partir daí, Cassia transparece suas primeiras dúvidas sobre a “perfeição” dos métodos utilizados da Sociedade.

“A Sociedade dá pedaços da vida real em vez da coisa inteira. Uma provinha de tudo, mas uma refeição de nada. Aperfeiçoaram a arte de dar só a liberdade suficiente. Suficiente para que, quando estiverem a ponto de morder, ofereçam um ossinho e então rolem, de barriga para cima, à vontade e saciado…”

Narrado em primeira pessoa, Cassia exibe um panorama de acordo com o seu ponto de vista sobre os fatos descritos. Enquanto ela não desvenda os mistérios, nós leitores também não desvendamos. Essa característica foi bem utilizada pela autora, já que em uma distopia dificilmente imaginaremos o mundo criado com exatidão. Sempre temos novidades e surpresas nas distopias. Em Destino, a autora cria uma Sociedade bem futurística no aspecto tecnológico e mais próximo da realidade no aspecto cultural e social. Por exemplo, na área tecnológica temos trens e carros aéreos, terminais de comunicação, alimentos e produtos recicláveis, etc. Já no âmbito cultural, os cidadãos não sabem criar nada, apenas recriam o que já foi determinado pela Sociedade. Estranho, não? Mas imagino que a próxima geração esteja bem perto de não criar mais nada, apenas recriar o que nossos antepassados tiveram o trabalho de fazer. Assim, os cidadãos tem um limite de Poemas, Músicas, Pinturas para acessar. O que não passa pela autorização da Sociedade é 1) jogado fora ou 2) enviado para o Museu.
Para você imaginar o controle desta Sociedade sobre os cidadãos, cada um carrega consigo três compridos, de três cores diferentes: o azul, que pode salvar sua vida porque contém nutrientes para mantê-lo vivo por vários dias); o verdemotivo pelo qual a capa de Destino é verde-, que funciona como um calmante quando um cidadão apresenta nervosismo ou ansiedade e o vermelho, que só pode ser tomado quando um Funcionário de alto nível exige.
O verde já circula em nossa sociedade há muito tempo e agora com muito mais normalidade, essa comparação não tem questionamento. Os calmantes e antidepressivos são válvulas de escape para muitas pessoas, como eu. Um momento interessante mas rápido do livro foi quando a amiga de Cassia, Em, teve uma crise de ansiedade por causa do seu Banquete de Par e teve que tomar o seu comprimido verde. Achei super interessante encontrar a crise de ansiedade em uma distopia. Imagino que esse tipo de distúrbio será mais comum nas próximas gerações.

Apesar de o livro focar na personagem Cassia e o seu esperado Banquete do Par, a autora vai muito além do relacionamento entre dois seres humanos. Na verdade esse não é o foco. Dentro do contexto encontramos pequenos detalhes que podemos assimilar com a atualidade, e isso me deixou bem desperta para terminar o livro e curiosa para continuar com Travessia. No começo, o livro é introdutório e pode ser cansativo pelas várias definições que vão surgindo aos poucos. Até que no ponto alto do livro em diante, os acontecimentos são tão instigantes que quase dei quatro estrelas para Destino.

“Estou aprisionada em vidro e quero me libertar e respirar fundo, mas tenho muito medo de que vá doer.”

Antes de ler Destino, tive a oportunidade de ler Delírio, de Lauren Oliver. Menciono isto aqui porque muitos leitores disseram que havia uma semelhança muito grande entre Destino e Delírio. Eu não encontrei tal/tais semelhança(s).
Ally Condie narra a história de forma mais objetiva. No primeiro contato com a personagem Cassia é difícil notar qualquer dúvida ou medo. O lado romântico do livro aparece depois da metade e é bem light – ao contrário de Delírio. A autora também desenvolveu uma Sociedade mais rígida, controladora e autoritária. Notei mais semelhança com o livro Feios, de Scott Westerfeld.

Também me surpreendi com a sequência e desenrolar da história. Ao meu ver a autora continuou os fatos em uma ordem regular, fácil de acompanhar e sem esse vai-e-volta. Aliás, os personagens são bem desenvolvidos, aparecem com uma frequência considerável, o que torna relevante ler o nome deles mais de uma vez nas 240 páginas.
Ky Markham é o tipo de Aberração na qual eu poderia sentir atração. Não pelo estilo físico mas pela determinação e pela habilidade em entrar no jogo da Sociedade. Um personagem que sabe muito mais do que apresenta e, no momento que Cassia vê o rapaz com outros olhos, muitos mistérios são revelados.

Eu recomendo Destino para aqueles que gostam de distopias; preferem personagens objetivos com uma pitada leve de sentimentalismo; leitores que gostam de fazer comparações e relações entre a história apresentada com a atualidade (social, cultural e/ou governamental) e que gostam de aventura com personagem feminina em busca da mudança/rebelião/(r)evolução.
Um beijo e até o próximo post! ;*

Ally Condie

Ally Condie é ex-professora de Inglês do ensino médio. Abandonou a profissão para se tornar mãe em tempo integral e, a partir daí, começou a escrever por hobby. Antes de Destino, publicou cinco outros romances para jovens. Atualmente vive com o marido e seus três filhos nos subúrbios de Salt Lake City, Utah.


Site da autora | Site da Suma de Letras


• Hey! Deixe um comentário aqui •

• Temos 34 comentários nesta postagem" •

Maria Silvana, disse: - 24-08-2012 (00:37)

Oie Jeh =)
tenho esse livro aqui mais ainda em embalado pois só gosto de ler livros em série quando tenho todos pois se eu gostar quero ler uma trás do outro – loucura- mas irei para com isso já que prometi para mim mesma não comprar mais livros esse ano, salvo um ou dois em uma ótima promoção – já me contradizendo rs- então a sinopse dele me parece interessante e gostei da tua resenha, mas sabe se irie gostar do livro só quando ler já que cada um tem sua química com o livro rs
beliscões carinhosos.

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Maria Silvana,

Oi Maria!! *-*
Sério?? Nossa, se eu fizesse isso jamais leria séries/trilogias! Hahaha, e esse é um problema sério, difícil eu terminar séries e trilogias, uma vergonha! A que eu tenho acompanhado de pertinho é a Hush Hush – e anssiosissima pelo Finale!
\o

Pois é, cada um tem uma química diferente com o livro. Às vezes similar, mas nunca a mesma. Acho que se você gosta de distopias vai gostar dessa trilogia – assim espero, rs. Estou curiosa com Travessia porque imagino que a história tenha mais ação e apareça mais mistérios para ser desvendados! \o

Beijos!




Talita Ackles, disse: - 24-08-2012 (01:45)

Já li e gostei bastante. Achei a história bastante objetiva e cativante a partir da primeira página. É um livro gostoso de se ler e você nem percebe quando o livro acaba… Você apenas devora as páginas. Abandonei Feios, então nem tem como comparar, sei que em ambos conta a história de uma garota que “sofre” com as decisões do governo…

Bjs!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Talita Ackles,

Oi Tata! Que bom que você gostou! Também achei bem objetiva. Já leu Delírio? Eu AMEI e muitas pessoas me disseram que eram parecidos mas não achei, justamente por este ser mais objetivo, aprofundar mais nas regras e no modelo da Sociedade.
Acho que Travessia vai ser bem melhor, ou assim espero! Huhuhuh.

Feios eu amei! Nossa, viajei bastante com aquele livro, tirei algumas comparações com a nossa sociedade, gostei mesmo! Preciso terminar a série mas tenho uma dificuldade pra isso, credo! :x

Beijos!




Tais, disse: - 24-08-2012 (06:09)

Eu gostei de Destino mais confesso que quando li me decepcionei um pouco, pois os comentários sobre essa série eram tantos que acabei ficando com expectativas d+.
Mesmo assim é uma boa série e agora estou curiosa para saber como irá terminar.

bjs
Tais
http://www.leitorafashion.com.br

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Tais,

Oi flor!!
Ah é? Eu fiquei curiosa porque me disseram que era bem parecido com Delírio – e eu AMEI Delírio, diferente de muitos leitores que encontrei, mas tudo bem. Mas no final das contas não achei tanta semelhança não… gostei, recomendo mas não afirmo que é parecido com Delírio e vice-versa!

Acho que Travessia vai me conquistar mais, talvez tenha mais ação, Cassia vai tentar mudar a Sociedade, encontrar o Ky, sei lá, mas acho que vai ser melhor que o primeiro, hehehe.

Beijos!




Camila Leite, disse: - 24-08-2012 (10:37)

Muito boa sua resenha Jeh! :)
Tenho muita vontade de ler esse livro, pois a temática dele, apesar de já ser levemente conhecida, é muito intrigante!
Não sabia sobre a parte dos comprimidos, achei bem interessante, a sua resenha, por explorar pontos que eu não havia visto em nenhuma outra!
Beijos
Camila Leite

@sonhospontinhos
http://sonhosentrepontinhos.com

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Camila Leite,

Oi Mila!! Iupi, que bom que gostou da resenha!! \o

Se você já tem curiosidade em ler o livro já é um grande passo! *-* Deveria dar uma chance sim, acho que você vai gostar!
Eu adorei o jogo de marketing – se é que posso chamar assim – de associarem as capas com as cores dos comprimidos, bem legal! \o

Espero não ter jogado spoilers na resenha! :x

Beijos!




Quequel, disse: - 24-08-2012 (15:15)

Amiga … saudades!!!

Bom .. taí o livro q não me interessa ler!
Não sei pq, mas não gosto da sinopse, sei lá! kkk

Bjinsssssssssssss

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Quequel,

Queeel! Preciso te encontrar no facebook qualquer dia desses, matar a saudade né?? =)
Quando eu entro, ou é pelo celular, ou é tão rápido que não dá tempo de conversar … =(

Hahahah, você gosta de distopias? Se gosta, acho que vale a pena dar uma chance! ;)

Beijos! ;*




Carolina Ribeiro, disse: - 24-08-2012 (19:30)

Já faz tempo que vi a capa desse primeiro volume e a achei bastante atrativa, tenho acompanhado o lançamento dos outros livros, mas nunca li =|
Adorei a resenha e achei o livro bem atrativo

http://autoracarolinaribeiro.blogspot.com

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Carolina Ribeiro,

Oi Carol! Então, esse livro foi lançado ano passado e já temos o lançamento do segundo (Travessia)! Estou super curiosa, acho que o segundo vai ter mais ação e será mais envolvente! #espero

Beijos!




Jaira Costa, disse: - 25-08-2012 (00:28)

Oi, Jeh

Eu tenho vontade de ler essa série…mas sempre que vou comprar acabo colocando outro na frente…não gosto muito das capas….não acho tão bonitas…..e já vi tantas resenhas falando que o livro é mediano e tal…nada demais….que você precise ler na vida….to ruim com o livro né….coitado…rsrs…mas gostei da sua resenha….vou dá uma chance pra ele….já decidi..;) até que gosto de distopias…depois da febre de vampiros, lobisomens, anjos, fadas…e todas essas coisas…agora a onda é distopia e coisas do gênero já li alguns e gostei….andava cansada de vampiro…o único que amo é Edward rsrs ;)
esse subiu alguns degraus na minha lista de comprar…que digamos ta mega…ultra grande rsrs…

bjisss flor

Jaira

Livros e Versos

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Jaira Costa,

Oi Jai! Tudo bem??
Opa, só pelo fato de você ter vontade de ler a série é um passo enorme, né? Hehehe, muita gente não se interessa por ser uma trilogia ou porque é uma distopia mas eu gostei bastante!
Eu até gostei das capas, mas a última (vermelha, ainda não lançada no Brasil) deixou a desejar. Mas o legal é que todas elas tem a ver com uma parte da história – a cor dos comprimidos que os cidadãos carregam consigo. São três comprimidos, três cores diferentes. Achei bem legal usar esse detalhe nas capas! ;)

Verdade, agora as distopias estão na moda! Eu até curto livros sobrenaturais mas por enquanto prefiro um romance, suspense também… algo mais “próximo” do real, sabe? Hehehe…

Depois me conta o que achou do livro? ;)

Beijos!




Monique Melo, disse: - 25-08-2012 (19:25)

Oi Jeh =) Tenho Destino, mas ainda não li. Sempre que leio resenhas como a sua, que falam sobre o desenvolvimento do enredo e do personagem, fico com vontade de colocar na frente da lista! Bem, vou considerar realmente agora fazer isso. Adorei ler sua opinião. Beijos

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Monique Melo,

Oi Monique, tudo bem?? =)
Huhuh, que bom que você ficou com vontade de ler Destino! É uma leitura bem interessante e apesar de se passar em um futuro distante, a gente encontra muitas semelhanças com o que vivemos, isso dá medo! :x
Acho que é uma trilogia bacana, o primeiro livro foi mais introdutório porém objetivo. Já o segundo imagino que tenha mais ação e alguns suspenses ao mesmo tempo! \o

Depois me conta o que achou do livro? =)

Beijos!




Karine Marinho, disse: - 25-08-2012 (20:37)

Eu gostei MUIIIITO de Destino ele foi aquele livro que eu pensei “Tenho que continuar a ler a série porque ela promete” *——-*
Beijos,K.
Girl SPoiled

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Karine Marinho,

Sério Kah?? Aaai que bom!! Eu li mais por curiosidade e pela comparação que fizeram com Delírio. Amei Delírio, de verdade! Mas achei Destino diferente na forma de ser apresentado, a escrita e os personagens, ou seja, não vi tanta semelhança entre os dois livros como me falaram!
*-*
Estou curiosa com Travessia, acho que vai ser melhor! #será?

Beijos!




Bianca Sampaio, disse: - 25-08-2012 (22:57)

Oi, Jeh!
Adoro uma distopia! Faz um tempo que quero ler esse livro porque o assunto me fascina. Gosto de comparar o modo como vivemos e o modo como a sociedade deles é retratada. Muitas vezes enxergo algumas semelhanças, só que pra gente a coisa é mais “mascarada”, digamos assim.
Ótima resenha!

Beijos!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Bianca Sampaio,

Oi flor, tudo bem?? Que bom ter você aqui no blog!! #saudades
Eu li poucas distopias até agora mas as que li foram muito boas/ótimas! \o

Eu também gosto de fazer essa comparação entre a realidade deles com a nossa – o que por sinal não fica muito distante, né? Isso dá medo! :x
Às vezes a gente acha que por ser uma distopia o mundo apresentado está tãão far away de nós, mas não é bem assim não…

Beijos!




May, disse: - 26-08-2012 (06:58)

Esse sempre foi um livro que nunca me atraiu muito, porém, com a sua resenha, fiquei tentada a ler quando der!

Beijinhos,
May :*

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@May,

Oi May! Que bom que você gostou! Eu fiquei mais interessada pela leitura porque me disseram que parecia com Delírio e vice-versa. Mas não encontrei tanta semelhança assim….
Amei Delírio e Destino é bom, mas não óh meu Deus que tudo, sabe? Estou curiosa com Travessia, imagino que a história terá mais ação e mistérios ao mesmo tempo!

Beijos!




Ariane, disse: - 26-08-2012 (10:07)

adoreiii sua resenhaa!! Preciso comprar Destino ehehhee

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Ariane,

Oi Ariane!! Que bom que gostou! Minha intenção foi alcançada, iupi! \o
Espero gostar de Travessia também!
*É um trilogia*

Beijinhos!




Ane Reis, disse: - 26-08-2012 (11:58)

Oie Linda =D

Ah!!! Eu tenho vontade e não tenno vontade de ler este livro, estranho eu sei kkkk

Ando meio sem paciencia para ler séries e acredito que este seja um dos motivos para eu sentir tanta vontade de ler este livro. O que me chama atenção nele é o fato de ele ser distópico rs…

Adorei a sua resenha ;D

bjus;***

anereis.
mydearlibrary | bookreviews • music • culture
@mydearlibrary

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Ane Reis,

Anee!! Tudo bem, florzinha?? Huhuhuh, eu entendi essa vontade e não vontade de ler um livro, acontece comigo muitas vezes e é difícil explicar né?

Li poucas distopias até agora mas as que li eu gostei bastante. Destino é bem interessante, apresenta um mundo ao mesmo tempo distante do nosso mas que dá pra fazer muitas comparações com o agora, sabe? Achei legal por causa disso! Eu também ando sem paciência para séries – confesso que até agora só terminei uma trilogia, pensa? – mas essa eu espero ter ânimo para terminar!

Beijos!




Thaiane Nobre, disse: - 26-08-2012 (16:24)

Oláááá :D
Esse livro tem uma capa linda, mas nunca me interessei por ele… não sei pq. =/
Beeijos

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Thaiane Nobre,

Oi Thai! As capas são lindas mesmo – só a do terceiro livro que achei meio estranha porque é vermelha (ainda não foi lançado no Brasil)! Mas eu gostei, me surpreendeu!

Você gosta de distopias? É uma boa distopia, caso você goste, vale a pena ler! ;)

Beijos!




Maysa, disse: - 28-08-2012 (12:51)

nossa… esse é um livro que eu (infelizmente) quero passar longe. parece ser super legal, mas Delirio me traumatizou, fui ler o primeiro cap. desse e quase surtei com a narração, não gostei e me senti cansada rapidinho =//

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Maysa,

Oi Maysa, tudo bem?? Eu achei Destino bem diferente de Delírio. Mas ao contrário de ti, AMEI Delírio, nossa!! *-*
(Acho que sou uma das poucas leitoras que amou Delírio, mas tudo bem…)

Esse é mais objetivo, o “romance” do livro é bem light, passa QUASE despercebido. O foco é maior na Sociedade mesmo, é legal e estou curiosa pra ler Travessia! =)

Beijos!




Blanc, disse: - 31-08-2012 (14:03)

Gostei dassa postagem!
Alem do livro ser lindo (capa)
:D

beijos

Modaeeu.blogpsot.com


Fernanda Rocha, disse: - 31-08-2012 (17:23)

Eu não tinha me interessado por este livro até ser lançado o segundo livro da série, me interessei demais pelo segundo livro e agora claro…quero ler esse, hehehe. :)


Amanda Faustino, disse: - 03-09-2012 (20:31)

Sempre quis ler esse livro, mas até hoje não tive a oportunidade. Eu até tinha ganhado esse livro em uma promoção, mas nunca recebi o livro :(

Beijos,
Mandi – Book and Cupcake.


Lindsay, disse: - 04-09-2012 (21:14)

Oi Jeh,

Ótima resenha, gostei muito! Mas confesso que estou meio saturada de distopias, li duas e pra mim é o bastante. O que posso dizer sobre esse livro da Ally Condie é que a capa é maravilhosa e a estória deve ter seu encanto sim, mas por enquanto, eu passo.
Parabéns pela resenha!
Beijos


@blogdimoca no Instagram!

Di Moça :: Colecionando sonhos e palavras! - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015 - Ilustração por Juliana Rabelo