uncategorized category image

Ame O Que É Seu :: Emily Giffin

26 . julho . 2011

A primeira coisa que chamou a minha atenção para este livro foi o título. Mesmo parecendo título de auto-ajuda eu sabia que Emily trazia muito mais que isso: uma história que me aproximasse mais do que era meu. Depois de um tempo consegui comprar o livro e só esse ano pude desfrutar de uma história tão real, com paradoxos, questões que fazemos a vida inteira e que pode ou não ser respondida ao longo dela. Ame o que é seu é um livro que me aproximou de minhas próprias perguntas e me fez acreditar que não sou a única a ter dúvidas no que diz respeito ao coração.

Ame O Que É Seu (Love The One You’re With)
Autora: Emily Giffin
Ano: 2010
Páginas: 310
Editora: Novo Conceito
Sinopse:

Que mulher nunca sonhou em ser feliz no casamento? Com o homem que sabe que é certo, que trará alegrias e que juntos compartilharão grandes momentos? E ainda ter um emprego maravilhoso? Ellen Graham é essa mulher. Casada com Andy, irmão de sua melhor amiga desde a época da faculdade, Ellen conseguiu virar seu bumbum para a Lua. Bem sucedida no emprego, um casamento maravilhoso e uma amiga inestimável. Mas tudo vira de ponta cabeça quando Ellen cruza com seu ex namorado Leo em Nova York e seu coração dá um salto gigantesco. A partir de então, Ellen vai compartilhar com os leitores todas as suas dúvidas sobre relacionamentos: traição, amor, felicidade, casamento e tudo o que gira em torno do coração.

(…) o amor é uma soma de nossas escolhas, o vigor do nosso compromisso, o laço que nos une. Feliz comigo mesma que amo tudo o que é meu.

Ellen Dempsey, atualmente Ellen Graham, é uma fotógrafa de 30 anos, recém casada com Andy, irmão de sua melhor amiga Margot e mora em Nova York (grande cidade!). Apesar de ter nascido e crescido em um lar desfeito – sua mãe faleceu de câncer quando ela e sua irmã ainda eram jovens – Ellen tem um relacionamento maravilhoso. Ama seu marido, sua casa, sua família e tudo o que gira em torno dela. Seu emprego é maravilhoso e é bem sucedida no que faz.
Mas quando Ellen vê seu ex-namorado e ex-grande paixão, seu coração dá um solavanco e a mulher simplesmente perde o controle. A partir de então, Ellen começa uma tortura consigo mesma de questionamentos sobre toda a sua vida e todos os sentimentos do passado e do presente.
Ao entrar em uma cafeteria perto de onde estava, Ellen recebe uma mensagem (SMS) do seu ex e seu mundo desaba realmente. Por que depois de tanto tempo, Leo resolve entrar em contato? Tantos anos perdidos e agora ela iria enfrentá-lo novamente. Claro que seria uma outra ocasião porque agora ela é Ellen Graham, muito bem casada e sucedida. Mas ainda assim alguma coisa a incomoda. Leo a incomoda.
Leo. Leo e Leo. Esse homem ainda vai mudar a vida de Ellen e a gente vai estar de camarote acompanhando as confusões, as roubadas e as consequências que Ellen vai ter que encarar!

O que pode parecer chato para alguns, pode ser uma “bóia salva-vidas” para outros. A sensação que temos ao ler “Ame o que é seu” é que somos um psicanalista e que Ellen sentou em seu divã para expor todas as suas dúvidas, seus sentimentos e seus medos. Escrito em primeira pessoa, Ellen não poupa o leitor de palavras, sentimentos, frases. Todos eles vieram à tona justamente quando se deparou com o Leo na rua de Nova York, alguma coisa precisa ser feita. E durante a leitura, voltamos ao passado dela e acompanhamos seu presente. As decisões que ela toma pode ser um porre para alguns mas uma certeza de que tudo vai se resolver para outros.

Fato de eu ter me apaixonado por este livro é por ter me encontrado em muitas perguntas de Ellen e descobrir que, mesmo na ficção, eu não sou a única no mundo a pensar ou sentir aquilo. Eu lia os trechos e pensava “Ei, olha só, ela também acha isso!. Foi um alívio descobrir que eu não sou a única que tenho relacionamentos e sentimentos pendentes; que tem dúvidas quanto ao futuro ou o que será de mim sem aquela pessoa. Que a gente tem pedras no caminho mas depende de nós para removê-las ou simplesmente passar por cima.

Emily Giffin trouxe com “Ame o que é seu” um misto de alívio e incertezas, afinal de contas, por que é que a personagem não acabou com síndrome do pânico? Rs. São sentimentos e consequências aflorando o tempo todo. Em alguns momentos a leitura pode se tornar maçante, já que não somos pagos para ouvir/ler problemas alheios mas para quem já se encontrou em uma situação parecida, vai ser uma companhia incrível!

Para quem já leu o livro:

{mais…}

Um beijo com carinho e até o próximo post!

Emily Giffin

Emily Giffin é advogada, formada pela Wake Forest University, mas sempre gostou de escrever. Seus romances bem escritos e relacionados à vida moderna são garantia de diversão. A autora best-seller pelo The New York Times vive com o marido e três filhos em Atlanta, nos Estados Unidos.


Site da autora Site da Novo Conceito


• Hey! Deixe um comentário aqui •

• Temos 54 comentários nesta postagem" •

May, disse: - 26-07-2011 (22:34)

Oii!
Nossa, esse livro me lembrou muito ‘Melancia’ da Meran Keyes, apesar de a estória ser um pouco diferente, a temática é a mesma. Adorei a resenha, e a lista de livros pra ler só faz crescer, e dinheiro que é bom, nada! aushuas
Beijos,
May ;**

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@May,

Oi May! Nossa, eu AMO Marian Keyes e amei Melancia, é um dos livros que mais me faz rir (pois é, eu fico rindo da desgraça alheia, que horror!). Mas a Emily conta a história com mais seriedade e o toque de humor e ironia é bem leve! Ao contrário da Marian Keyes que nos faz rir o tempo todo, né? ;)

Beijos!




Amanda, disse: - 26-07-2011 (22:37)

Ei Jeh!

Eu li não tem muito tempo o livro Questões do Coração da Emily Giffin e gostei bastante até. Mas não me identifiquei muito com o livro porque ele conta, basicamente, sobre a vida de pessoas adultas… Eu me colocava no lugar das personagens muitas vezes, mas só podia imaginar como seria passar por tal situação, já que não tenho marido nem, nem filhos, nem casa pra cuidar e essas coisas, rs.
Mas eu gostei bastante da escrita da autora, ela também me fez refletir muito com Questões do coração e fiquei bem interessada em ler esse outro livro dela agora que li sua resenha, acho que tenho mais chances de me identificar com este.
Que bom que gostou da leitura e ela foi proveitosa pra você, é sempre bom quando um livro trás isso pra gente né? ;)
Muito boa a sua resenha, adorei essa parte do início em que disse: ” Ame o que é seu é um livro que me aproximou de minhas próprias perguntas e me fez acreditar que não sou a única a ter dúvidas no que diz respeito ao coração.”

Beijão! :))

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Amanda,

Oi flor! Pois é, vi as resenhas dizendo que o assunto abordado em “Questões do coração” é mais adulto, sobre traição e perdão mas mesmo assim a gente acaba se colocando no lugar dos personagens pra entender melhor a história né? E às vezes, em um trecho ou outro, a gente se identifica. Eu já li livros mais adultos e que via totalmente meus pais, por exemplo, ou pessoas mais velhas do meu meio social e é bacana porque a gente vê que realmente ninguém passa por nada sozinho, né?
=)

Obrigada pelo carinho e pelo comentário! Huhuhuh
\o
xoxo




Paula, disse: - 26-07-2011 (22:45)

Adoro suas resenhas! O blog tá lindo rosinha… tudo de bom Jeh!!!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Paula,

Oi flor!! Sumiu… =(
Eu sei que também sumi totalmente do seu blog mas vou tentar me redimir e te visitar com mais frequência!

Aah pois é, deixei o blog rosinha, sei lá, azul tava com cara de “homi”, hehehe!

Beijos Paulinha!




Aione Simões, disse: - 26-07-2011 (23:09)

Flor, eu fui exatamente como você!
Eu me identifiquei o livro inteiro e foi impossível não me apaixonar por ele! A leitura não foi nem um pouco maçante pra mim, porque refletir sobre os problemas da Ellen era como pensar em muitos dos meus, nas minhas dúvidas, medos, incertezas.
Enfim, eu amei! Acho a Emily Giffin um arraso de escritora!
Beijos!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Aione Simões,

Isso mesmo flor, comigo foi a mesma coisa… eu me peguei nas questões da Ellen, nas dúvidas que ela tinha, nos medos e incertezas. E quando ela tomava uma decisão eu ficava torcendo pra que desse certo ou que acontecesse algo que tinha acontecido comigo, sabe?? Não queria que o livro acabasse sabe, era meio que meu ursinho de dormir…hehehe!

Ainda vou ler “Questões do coração” mas gostei bastante da forma de escrita da Emily! ;)

Beijos!




Vanessa, disse: - 26-07-2011 (23:17)

Parabéns pela resenha Jeh! Já li Ame o Que é Seu e amei! Beijos!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Vanessa,

Huhuhuh muito bom né Vane?? Que bom que gostou da resenha! ;)

Beijos!




Maria Clara Bruno, disse: - 26-07-2011 (23:18)

Jeh, eu AMEI a sua resenha! Do fundo do meu coração! Com tudo que você disse nesta resenha, minha vontade de ler o livro subiu de 0 para 100. E assim, eu também tenho estas tais pendências. hahaha.

Mil beijos!
@mariaclarabruno
http://www.coffeesandbooks.com

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Maria Clara Bruno,

Eba!!! Que bom saber que eu estou ajudando a encher a lista de livros de vocês, uarárárá (risada maléfica)!
Esse livro é muito bom Maria, mas tem que ter o momento certo, sabe? Talvez ele possa ser maçante e cansativo se você não estiver no “momento”.

Beijos!




Ana Ferreira, disse: - 27-07-2011 (01:41)

Jessica,
Incrível mesmo foi a sua resenha. Honestamente falando.
Sabe, eu nunca tive muita vontade de ler esse livro, achava a história auto-ajuda demais para mim, entretanto, com os detalhes que você abordou e a própria história de Ellen ao passar pela dúvida, o descontrole entre uma paixão e uma certeza… Eu gosto disso, de verdade.
Adorei todos os seus comentários, só me fizeram ter mais vontade de conhecer esse livro.

Beijinhos,
Ana – Na Parede do Quarto

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Ana Ferreira,

Aaai Ana que bom!! Pois é, eu achava que era auto-ajuda e não gosto muito desse gênero de livros, apesar de ter lido alguns sim. Mas eu estava passando por uma fase tão caótica que lembrei na hora desse título “Ame o que é seu” na minha estante e resolvi ler… Não me arrependi viu, me encontrei demais no livro e acho que muitas de nós acaba se encontrando nele… Se puder ler, não perca a oportunidade! Hihih
*-*
Beijos!




Bruna, disse: - 27-07-2011 (07:07)

Oi Jé, uau que resenha!
Imagino que a leitura deve aproximar mesmo nós mulheres a esse livro. Fiquei super curiosa!

Beeijos

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Bruna,

Que bom que gostuo flor!!
Nossa, dá até pra ver um clube de mulheres leitoras sentadas com a autora (ou a personagem, se desse) conversando sobre assuntos de relacionamento…
Seria demais!
\o
Beijos!




Carol Espilotro, disse: - 27-07-2011 (09:58)

Oi Jeh!
É um livro que todos comentam e falam muito bem, mas não é o tipo de livro que me agrade. É um gênero que passo longe e que nem sequer me chama atenção x3 Boa resenha xx

Beijos, World of Carol Espilotro

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Carol Espilotro,

Sério flor? Ahh que pena, mas ficou a dica pra caso você encontrar alguém que precise de um livro no estilo né?? Hehehe

Beijos!




raphaela, disse: - 27-07-2011 (10:07)

OI Jeh :)

Acredita que o meu deste foi extraviado?
A novo conceito me mandou há uns 2, 3 meses e até hj nao chegou ¬¬

Adoorei a resenha.
Agora eu quero urgentemente o meu livrinho! *—–*

Beeijos
Rapha – Doce Encanto

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@raphaela,

o.O
Como assim extraviado?? Poxa, que pena!! E eu vi o kit em um blog, achei lindo! O meu eu comprei porque não era parceira da editora na época, mas é lindo viu, espero que chegue pra você!!!
*-*

Beijos!




Nayanne David, disse: - 27-07-2011 (12:16)

Nossa Jeh, que resenha maravilhosa!
Não tinha vontade de ler o livro, não sou o tipo que lê muitos romances.
Gosto de livros diferenciados, e não achava que esse seria assim.
Mas depois da sua crítica, talvez deva rever meus conceitos!

beeeijo, Nayanne =*
http://www.bookaholicworld.com/

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Nayanne David,

Oi Nay! Nossa mas esse é muito bom viu! Ele chega a ser um romance mas light sabe? Não considero chick lit porque ele não tem essa pitada de humor que a gente encontra na “desgraça” alheia mas é muito bom viu!! Se puder ler, não perca a oportunidade!
*-*

Beijos!




Julia G, disse: - 27-07-2011 (12:57)

Eu jurava que esse livro era de auto ajuda o.Õ
Acho que iria gostar muito de ler, afinal de contas.

Beijos
Conjunto da Obra

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Julia G,

Pois é flor, mas não é não! A história é muito boa e a autora coloca os assuntos do coração de forma simples em questionamentos que a gente sempre faz (pelo menos nós, mulheres).
*-*

Beijos!




Bruna, disse: - 27-07-2011 (13:29)

Oi, tudo bem? Estou louca para ler esse livro. Acho que 90% das pessoas pode já ter passado por isso, então o livro deve agradar. E mesmo para quem tem outros problemas amorosos, é um consolo, tu sabe que não é a única que tem problemas ;x
Adorei tua resenha e AMEEEEI teu blog, ele é MUITO fofo ^^
Seguindo aqui
Beijão
Bruna
http://www.desbravandohistorias.com.br

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Bruna,

Oi Bruna! Pois é, esse que é o bom do livro: falar de um assunto que a maioria das pessoas já viveu. A gente acaba se “agarrando” ao livro como uma escapatória… huhuhuh
Que bom que gostou do blog, seja sempre bem vinda!
\o

Beijos!




Jayane, disse: - 27-07-2011 (14:17)

Gostei do resenha amei a capa do livro mas uma para a minha estante.

e a lista de livros pra ler só faz crescer, e dinheiro que é bom, nada+1

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Jayane,

Opa!! Que bom que gostou Jay!! Aah mas se fosse só você que está com a lista grande e sem grana, a gente dava um jeitinho né?? :x
Estou numa abstinência de compras que chega a doer o coração.. =(
Preciso ficar milionária!! \o
Beijos!




Jun, disse: - 27-07-2011 (14:41)

Boa resenha… Uma das coisas que mais me chamou atenção no livro foi essa capa retrôzinha :]
E sim, possivelmente estou sentindo a mesma coisa que você sentiu quando Friends terminou. Seu seriado preferido de todos os tempos e pra sempre, sempre e sempre, e você não queria aceitar o fim e não queria imaginar sua vida “seriadística” sem ele não é? Então ._.
Dvds ajudam pouco, mas são a maior ajuda que posso ter por enquanto. E ah, outra coisa que ajudaria pra caramba é encontrar outro fã maluco de Lost com “semi-depressão” pelo fim da série também huahua
Bisous!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Jun,

Huhuhuh, linda capa né? Eu me atrai mais pelo título do que pela capa mas gostei também!
;)

Nossa, acho que rola soltar no twitter ou no face se tem algum fã maluco de Lost com “semi-depressão” pra você bater um papo e quem sabe se sentir melhor, né? Hehehe
Beijos!




Monique Martins, disse: - 27-07-2011 (18:40)

Faz tempo que quero ler o livro, ele foi super recomendado, mas não tive oportunidade.
Recentemente ganhei um de presente e estou doida para ler, será uma das próximas escolhas. Espero gostar mais do que “Questões do coração”, ese me decepcionou um pouco.
Bjkas,

Monique Martins
MoniqueMar
@MoniqueMar

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Monique Martins,

Aaah flor, que bom!! Eu amei “Ame o que é seu”! Estou com “Questões do coração” aqui mas acho que vou gostar sim. Pelo menos vi ótimas resenhas sobre ele. Acho que você é a primeira pessoa que me diz que se decepcionou com ele… :x

Qual livro você ganhou de presente?? *-*

Beijos!




Babi Lorentz, disse: - 27-07-2011 (19:04)

Jeh, quando comecei a ler o livro, percebi que eu tinha algumas semelhanças com a Ellen. Eu tive uma paixão muito… Forte, digamos assim, no final de 2009. Passei 2010 inteiro super louca com o menino, que nada queria comigo. Ficamos 3 vezes e eu poderia jurar que ele era o homem da minha vida. Então, em Dezembro do ano passado, Nicolas apareceu. Hoje eu sei que o que eu senti pelo Alex, que eu jurava ser amor, não é nada comparado ao que eu sinto por Nicolas.
Há uma parte no livro, lá no início, no qual ela diz que todo casal tem uma história que pode ser adaptada, para ser contada pros netos, digamos assim, e uma sem cortes, que não é legal assistir, não é legal de ser lembrada. E que tudo na vida acontece para levar uma pessoa à outra, formando o casal (não eram com essas palavras, mas era quase isso).
Eu tenho essa história. Há muita coisa no meu passado que eu não gosto de me lembrar (acredite, Alex não está na parte que não gosto de me lembrar, rs), mas sei que se eu não estivesse vivendo errôneamente, eu não teria conhecido o amor da minha vida, o Nicolas.
Tudo o que a gente faz nos leva a um caminho. Eu acredito em Destino.
Gostei do livro porque mostra uma realidade, e porque eu me lembrava da minha vida e me identificava com a personagem. Só não dei a nota máxima a ele porque senti que o final ficou meio vago :S
Beijão, Jeh!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Babi Lorentz,

Oi flor!! Exatamente! Apesar de eu não ser casada e não ter namorado, eu tive um Leo na minha vida… Ainda não sei se encontrei meu Andy mas pairam dúvidas na minha cabeça em relação ao meu antigo namoro, sabe? A gente tem aquele ponto de interrogação, aquele abismo que não foi fechado… fica um sentimento ruim, meio de mágoa sabe? Enfim, acho que por isso me identifiquei tanto com ele, ficava esperando Ellen tomar decisões que às vezes me encorajavam a pensar melhor sobre a minha ex relação!

Ah, o final foi meio rápido mas consegui “sacar” a opinião e decisão da personagem… Claro que eu queria mais e mais mas não achei vago, só rápido demais para tantos devaneios, sabe? Hehehe

Beijos!




Guilherme Queiroz, disse: - 27-07-2011 (20:19)

Jeh,esse é um livro que eu quero MUITO ler!
Fiquei com vontade de ler assim que eu li a sinopse e li apenas uma resenha! (Muito positiva,por sinal)

Adorei tua resenha!
Ficou ótima!

Bjs! ;*

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Guilherme Queiroz,

Oi Gui!!! Huhuhuh aah que bom, espero que leia em breve porque realmente é muito bom!! \o
Eu encontrei algumas resenhas dele na época de lançamento e foram super positivas. E o livro realmente é muito bom!!
xoxo




Lucy, disse: - 27-07-2011 (21:15)

Oi, Jeh!
Eu li Ame o que é seu (resenhei no Na prateleira rs) e gostei bastante também. Parece auto-ajuda, mesmo pelo título, mas não é. rsrs

Eu gostei mto da escrita da Emily Griffin, me surpreendeu bastante. Ela deu um toque realístico na história que dificilmente encontro nos romances hoje em dia.

Sua resenha está perfeita!
Bjos bjos!
Se cuida ^^

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Lucy,

Oi flor! Pois é, quando vi o título pela primeira vez achei que era auto-ajuda mas depois que a gente vê a sinopse, não tem nada a ver (apesar de encontrar boas mensagens no livro).
Eu adorei mesmo esse livro, me senti parte dele sabe?

Que bom que gostou da resenha Lucy!!
*-*
Beijos!




Monique Martins, disse: - 28-07-2011 (08:04)

Jeh Asato,

Eu ganhei o “Ame o que é seu”, espero conseguir tempo para ler em breve e gostar do livro.
Bjkas!
Monique

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Monique Martins,

Aaah que legal Moh!! Não se sinta “pressionada” pra lê-lo, quando você sentir vontade, você lê porque senão pode ficar uma leitura maçante, sabe? Hehehe!

Beijos!




Regiane, disse: - 28-07-2011 (11:28)

A primeira vista eu pensei também que o Ame o que é Seu fosse um livro de auto-ajuda, mas depois de ler algumas resenhas, pude ter certeza que não era isso.

Eu acho que vou gostar muito desse livro assim como você, e também vou me identificar com tais questóes, que com certeza vivo fazendo o tempo todo.

E também acho que fará com que eu reflita em cima de tudo isso.

Beijinhos

Ler e Almejar

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Regiane,

Aaah então flor, não é auto-ajuda não e uffa viu, porque eu estava seca no momento precisando de uma história assim e eu fiquei extasiada quando descobri isso em Ame o Que É Seu!! \o

Com certeza flor, a gente que já teve o coração quebrado, dúvidas sobre ex relacionamentos, impossível não se sentir dentro do livro!
\o

Beijos!




Fernanda Rocha, disse: - 28-07-2011 (15:45)

Oie. Acho interessante quando encontramos livros que falem de personagens com dúvidas, decisões a tomar, acho que não me sinto tão “perdida” no mundo, hehehe. Eu comprei o livro Questões do Coração” e veio o livreto deste livro. Fiquei com bastante vontade de ler também. Bju.

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Fernanda Rocha,

Oi Fer! Pois é, eu também gosto! Adoro livros que fogem da realidade mas aqueles que são próximos do nosso mundo me fascinam mais ainda, sabe? =)
Eu vi algumas resenhas e comentários e parece que “Questões do coração” trata de assuntos mais sérios.. “Ame o Que É Seu” é uma história em que a maioria das mulheres já viveu sabe? Relacionamentos, ex-namorados, dúvidas, essas coisas, achei muito bom! ;)

Boa leitura!
xoxo




Evellyn, disse: - 28-07-2011 (21:37)

AH Jeh!!

desculpe pela ausência ^^ Adorei a nova cor do blog!
Sabe, acho ótimo qnd surge essa identificação com a leitura, torna tudo mais agradável…
Eu fico pensando se leio ou não esse livro pq o achava dramático demais, talvez? Mas pela sua resenha vejo que não é bem assim!

bjs
hey Evellyn!

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Evellyn,

Aah flor, não tem que pedir desculpas não, imagine!! Hehehe, que bom que gostou da cor, estava cansada do azul sabe? Rs.

Então Eve, esse é um daqueles livros que a gente tem que ter o “feeling” sabe? Se não acaba rolando uma leitura forçada porque a autora invade mesmo a nossa mente com muitas perguntas e pode acabar ficando cansativo se você não está no momento pra esse tipo de leitura, mas eu AMEI!

Beijos!




Jessi, disse: - 30-07-2011 (15:05)

Não estava muito interessada nesse livro até agora, não gosto de livros de auto-ajuda, por isso quando li o nome desse já nem dei bola, mas agora aprendi que além de não se julgar um livro pela capa também não se pode julgar pelo nome :p ok, ok, você me convenceu a adicionar esse a minha lista de leitura
Beijo Jeh :*

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Jessi,

Aaah flor, mas não é auto ajuda não viu, é muito bom! As questões apresentadas são bem profundas e a gente se identifica muito com as dúvidas da personagem sabe? Pelo menos, para quem já teve o coração partido vai se identificar com o livro
\o

Que bom que te convenci! Yeaaah!! Hehehehe!
Beijos!
xoxo




Jessi, disse: - 30-07-2011 (15:06)

Ah, esqueci, amei o novo visual do blog, e é rosa *o* minha cor preferida (nada feminina né?! rs)

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Jessi,

Eba!!! Que bom que você gostou Jessi!! O tema era mais azulzinho mas acabei mudando pra rosinha, estava sentindo falta do toque feminino aqui, hehehehe!

Beijos!




Ralf, disse: - 01-08-2011 (19:22)

Jeh, que resenha ótima. Não consigo fazer melhor. Li este livro recentemente, e gostei muito da escrita da Emily. As incertezas de Ellen foram ótimas, pois todos nós temos elas. Gostei muito do livro, a autora é ótima. Quero ler os outros livros dela em breve.

Lipe Ralf
meus-erros.blogspot.com

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Ralf,

Oi Ralf, sumidooo!!;p
Que bom que gostou da resenha! Ah larga de ser bobo, eu adorei sua resenha! HIhihih \o

Beijos!




Jeh Polato, disse: - 02-08-2011 (17:36)

Nossa, eu preciso desse livro.
Já tinha lido outras resenhas dele, mas a sua tocou lá no fundo..srsrs
Tô brincando, mas me identifiquei com a historia e com a personagem..
Esse negócio de ex voltar para nossas vidas, eu entendo bem. Tudo vira de ponta cabeça..Acho que foi isso que me conquistou no livro. Seria o livro certo para o momento que a gente não sabe o que fazer..

Parabéns Jeh..

bjinhuxxx

Jeh Asato Jeh Asato, respondeu:

@Jeh Polato,

Heheehe, que bom que gostou flor! Acho que a autora pegou uma parte da minha vida e colocou na Ellen. Sei que não sou casada e tá, não passei por muitas rasteiras mas a que eu levei foi a que mais doeu sabe? E a gente se vê muito nas questões de ex e tal, de querer que o mundo dê a volta e ele se arrependa e volte a te procurar… pra gente ter aquele gostinho de “vingança” sabe… ;)

Que bom que gostou da resenha Jeh! ;*




@blogdimoca no Instagram!

Di Moça :: Colecionando sonhos e palavras! - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015 - Ilustração por Juliana Rabelo