categoria2 category image

Epifania do ser

08 . dezembro . 2014

A fugacidade da vida a leva a outros tempos, outras realidades. Acomete como chamas no concreto gélido, a tornando um cristal impenetrável aos olhos da pequena garota que saltita pelas ruas. A felicidade ingênua encanta a perspectiva do eu-lírico. Uma nostalgia a toma, fazendo pensar em todas as coisas que já viveu e deixou de viver. Foram tantas. Saberia nomeá-las? A indefinição dos cacos espalhados pela areia da praia não deixa olhar ao horizonte, perceber quão belas são suas ondas a vaguear por um rumo indefinido. Livre. Os desencontros amorosos a faz notar. Percebe o quanto todos estamos sujeitos à transitoriedade do tempo. Ele nos orienta como um comandante de trem, sem perguntar se queremos pular enquanto corre pelos trilhos intensamente. A rapidez dá vertigens, a angústia do incerto nos move a voltar-nos para a própria interioridade. Ela existe? Talvez seja um assunto para outro momento de vida, não agora, não estava preparada para tamanho golpe. Agora precisava arrumar os papéis, organizar as ideias para o juízo final que ocorreria no dia seguinte. Esses infinitos testes de sobrevivência ainda a deixaram desnorteada de vez. No frenesi da ansiedade, se depara com a janela aberta. Seu olhar percorre e se depara com uma bela joaninha a se deleitar na forma de uma flor. O carpe diem parecia tão simples, para que preocupações? Em momentos tão banais, a razão parecia ser definida, conseguia vislumbrar uma estrada a frente que o pequenino inseto tentava seguir. A chuva vem. Intenção atrapalhada, se acolhe por entre as flores, sorri e adormece. O olhar para a natureza desanuvia o presente, permite olhar para a realidade sem culpa. Emerge em si mesma. Sem fim, nem começo, apenas por ser.



• Hey! Deixe um comentário aqui •

• Temos um comentário nesta postagem" •

Nessa, disse: - 09-12-2014 (17:53)

Oie
Nossa, adorei o texto. Me fez pensar e refletir… Literalmente viajeii agora. Muito bom.

Beijinhos


@blogdimoca no Instagram!

Di Moça :: Colecionando sonhos e palavras! - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015 - Ilustração por Juliana Rabelo