categoria13 category image

Obrigada Rio de Janeiro!

27 . setembro . 2013

No dia 31 de agosto concretizei mais um desejo da minha wishlist de aniversário: fui para o Rio de Janeiro! Com o propósito de ir apenas à Bienal do Livro, não tive tempo de conhecer a cidade maravilhosa, mas durante o trajeto do Aeroporto Galeão até o hotel, pude conhecer um pouquinho (o lado bonito) da cidade.

Eu adorei a cidade, sério! Sempre tive uma visão bem feia do Rio de Janeiro porque uma das (únicas) coisas que vejo nos noticiários é exatamente o lado contrário. Tá certo que toda cidade tem os dois lados, o Yin-yang paisagístico mas sempre imaginei um Rio de Janeiro bem acabado, sabem? Mas dessa vez pude conhecer um lado bem bacana e cheio de pessoas bonitas.
Antes de ir para o RJ já tinha combinado com meu amigo Daniel (Dani, beijinhos e obrigada pela carona!) de me buscar no aeroporto e me levar até o hotel onde encontraria as lindas Juh Sutti e Myris. Além de ter economizado uma grana com transporte, pude conhecer um pouquinho sobre os pontos turísticos da cidade e curiosidades que eu nem imaginava que aconteciam por ali.

A primeira conclusão que passou pela minha cabeça durante o “passeio” foi que eu moro na cidade errada. Por diversos motivos e razões, moro em Campo Grande (MS) desde que nasci e sinto que meu lugar não é aqui. Agora eu sei o porquê…

Não é pelo tamanho da cidade ou pela quantidade de shoppings espalhados por lá (gente do céu, haja shopping nessa cidade, Ave Lola!) ou a quantidade de estrangeiros por metro quadrado. Eu me senti viva, desperta e feliz, simples assim. Talvez pela ousadia e pela mudança repentina de “ares” e de tudo ser passageiro, afinal de contas, dois dias de passeio para uma vida toda de concorrência, trânsito, gastos, etc são bem diferentes né?
O que eu mais gostei foi a facilidade de encontrar tudo e mais um pouco em qualquer lugar da cidade. Talvez por ter aproximadamente 1.260 km² e caber muita coisa lá dentro… Será que eu participaria de um evento tão grande e majestoso como a Bienal do Livro em Campo Grande? Vou sonhando…
Cidades grandes como São Paulo, Rio de Janeiro e até Curitiba me encantam hoje em dia por causa dessa facilidade de receber eventos, e do foco que as pessoas colocam em cima delas mesmas.

E durante o trajeto pensei mais ou menos nas vantagens e desvantagens de morar em uma cidade tão grande como o Rio. Posso estar enganada em diversos tópicos mas usei como parâmetro a minha cidade e a mídia.

Vantagens do Rio de Janeiro:

Você tem mais chances de ir à eventos literários e outros grandes eventos como Rock In Rio, Arnold Classic Brasil entre outros;

A Bienal do Livro acontece a cada dois anos na cidade (Nos veremos em 2015!);

Você não precisa ficar torcendo para abrir uma Starbucks, Tok&Stok, Outback e Saraiva Megastore na cidade porque simplesmente vão abrir;

A praia fica ali mesmo, você não precisa sonhar e esperar as férias chegarem;

O interior do Rio de Janeiro também é belíssimo. Se você estiver cansado da muvuca, tem opções como Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Angra dos Reis e Barra Mansa;

As pessoas são gentis – tanto na rua quanto no trânsito;

É muito provável que você encontre, num piscar de olhos, um grupo de pessoas com as mesmas afinidades que você;

A chance de você esbarrar em um “gringo” é maior do que na sua cidade;

Você não precisa se preocupar com possíveis fofoquinhas rolando soltas na cidade. Acredite, a chance de sua vida ser importante é bem pequena.

Tá bom, sei que muita gente vai discordar dos meus tópicos mas lembrem-se que minha visão do Rio de Janeiro é como turista de dois dias, e não cidadã. Claro que tem muitos problemas como a infra-estrutura, trânsito, transporte público, condições financeiras e sociais, etc. Toda cidade tem seu lado “negro” mas minha intenção foi ressaltar o lado bom do Rio!
Espero voltar à cidade maravilhosa com tempo para conhecer os pontos turísticos e toda a sua beleza!

Momento do bafão: O Rio de Janeiro oferece muitas oportunidades e experiências diferentes, exóticas para os moradores e turistas. É tanta facilidade em encontrar as coisas que acaba se tornando perigoso. Fiquei boquiaberta ao ver bordéis visíveis, com seus letreiros e portas escancaradas com muita facilidade. E fiquei assustada ao saber que os gringos pagam por “tours” (visitas) nas favelas da cidade.

Depois de sete anos, finalmente nos conhecemos!

Um beijo com muito carinho para o Dani, que me levou até o hotel com paciência e boa vontade! *-*
E vocês, o que acham do Rio de Janeiro?
Beijos di moça!

categoria13 category image

Bienal do Livro 2013, lá vamos nós!

18 . agosto . 2013

Eu preciso começar a semana com essa notícia maravilhosa: O Di Moça estará na Bienal do Livro no Rio de Janeiro! Yeah beibe! Primeiro desejo da wishlist realizado!
Tudo começou desde o começo, claro. Desde minha primeira visita à Bienal, em 2011, tenho intenções de visitar a feira todos os anos. Em 2012, em São Paulo, cheguei bem pertinho de embarcar e aproveitar o final de semana para conhecer meus queridos blogueiros-amigos mas tive uma crise de pânico alguns minutos antes de sair de casa para o aeroporto. Ou seja, viagem cancelada, coração dilacerado e sonho frustrado.
A partir de então resolvi deixar tudo acontecer naturalmente. Sempre que planejo alguma coisa muito importante, fico ansiosa demais (e, claro, isso aumenta a possibilidade de ter crises de pânico). Esse ano fiz exatamente isso: deixei a “coisa rolar”. Até começo de agosto estava certo de que eu não iria à Bienal. Mas, de repente, a sorte olhou para mim e sorriu! A Jujuba entrou em contato comigo e resolvemos ir, juntas!! Galera, assim que ela me fez a proposta as coisas começaram a fluir maravilhosamente bem! Esperei a confirmação dela, a compra das passagens e, uau, lá vamos nós! Inclusive, a presença da minha grande-amiga-blogueira Myris (que, por sinal, foi minha companheira de Bienal 2011) estará conosco! Não é demais?
Por motivos de “logística”, eu só estarei um final de semana na feira do livro (o que é uma pena) mas espero que seja o suficiente para conhecer vocês! 😉

A Bienal do Livro Rio é um dos maiores eventos literários do país, um grande encontro que tem o livro como astro principal. Para os leitores, é a oportunidade de se aproximarem de seus autores favoritos, além de conhecerem muitos outros. Durante onze dias, o Riocentro sedia a festa da cultura, da literatura e da educação. Nos espaços dedicados às atrações, o público pode participar de debates e bate-papos com personalidades culturais e de atividades recreativas que promovem a leitura. Atraente e diversificada, a Bienal do Livro Rio é diversão para toda a família!

E para minha alegria, o país homenageado este ano é Alemanha! Morri de amores! Vocês sabiam que um dos meus maiores sonhos é falar alemão e conhecer a Alemanha?. Muitos escritores alemães estarão presentes na feira, como Kathrin Passig, Carmen Stephan e Ole Könnecke!


Esta homenagem pela XVI Bienal do Livro Rio é parte da iniciativa “Alemanha + Brasil 2013-2014”. Em 400m², o estande dedicado à Alemanha apresenta 30 editoras alemãs, a exposição multimídia “Alemanha de A a Z”, uma seleção variada de obras atuais da literatura alemã bem como uma ampla programação literária e artística com os autores e ilustradores Bas Böttcher, Julia Friese, Manfred Geier, Olga Grjsnowa, Wladimir Kaminer, Reinhard Kleist, Ole Könnecke, Kathrin Passig, , Axel Scheffler, Carmen Stephan e Ilija Trojanow. Uma programação profissional com editores alemães e brasileiros e as duas conferências “CONTEC: Literatura e novas maneiras de ensinar“ e “A biblioteca no clique de um mouse – a mediateca digital” destinam-se diretamente ao público internacional. A homenagem será organizada e apresentada conjuntamente pela Feira do Livro de Frankfurt e pelo Goethe-Institut São Paulo e Rio de Janeiro, com o apoio do Ministério das Relações Exteriores.


Confira a programação completa no site da Bienal do Livro

Pensando na minha rápida passagem pelo Rio de Janeiro, achei bacana compartilhar algumas dicas para quem vai à feira pela primeira vez ou para quem não tem ideia do que fazer por lá. A Babi Dewet e o Pedro Bricio nos ajudaram com sete dicas super interessantes para nós!


Confira as dicas da Myris no blog Na Cabeceira da Cama

Di Moça na Bienal:

Dia 31 de agosto e 01 de setembro;

Quero conhecer: Nicholas Sparks, Matthew Quick, Carolina Munhóz, Raphael Draccon e Letícia Wierzchowski, Adriana Brazil, Karen Soarele, Paula Pimenta, Carina Rissi, Bia Carvalho, Graciela Mayrink, Carol Sabar, Fernanda Saads, Lu Piras, Laura Conrado, Janaira Rico, Christine Melo e Fernanda França.
Ai gente, quantos!??! Será que eu consigo?? Estou sonhando acordada!

Quero rever: Emily Giffin, Babi Dewet, Carolina Estrella, Tammy Luciano, Luciane Rangel, Ana Paula Bergamasco, Camille Thomaz e Larissa Siriani.

Finalmente vou conhecer as pessoas que ficam por trás das editoras parceiras do Di Moça!

Quero conhecer e rever todos os meus amigos blogueiros e leitores! #muitamor

Não tenho uma programação a seguir. O que tiver na hora, a gente encara!

Juh: se eu tiver uma crise de pânico, me entope de Alprazolam! A Myris já tem ideia do procedimento! #ficadica.

Quero um copo do Starbucks, será que dá tempo??

Um oferecimento: Papai e mamãe, Livros e blablablá…, Na Cabeceira da Cama e GOL

Que tal nos conhecermos na Bienal? Tenho certeza que será muito bacana conversar com todos vocês e tirar muitas fotos! Estou bem animada com esta viagem e torço para que seja incrivelmente perfeita!
Beijos di moça!

12

@blogdimoca no Instagram!

:: Di Moça :: Colecionando sonhos! - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015 - Design por Jeh Asato