categoria10 category image

Ouça Gabrielle Aplin

02 . julho . 2013

Hoje é um ótimo dia para indicar músicas folk-pop. Eu adoro esse gênero musical e estou sempre atrás de ótimos cantores e bandas. Às vezes tenho sorte. E quando isso acontece, venho correndo aqui no Di Moça compartilhar com vocês! A dica de hoje é uma cantora britânica que, talvez, você conheça pelos vídeos no Youtube: Gabrielle Aplin.


Gabrielle Ann Aplin tem 20 anos, inglesa e escreve suas próprias músicas desde os 14 anos. Seus cantores favoritos são Damien Rice e James Morrison, cantores de indie, soul e folk. Suas músicas têm influencias de Bruce Springsteen e Johnny Mitchell.

Facebook | Site

Conheci as músicas da cantora quando, navegando aleatoriamente no Youtube, encontrei o vídeo Panic Cord (novo single). Gostei do título e fiquei curiosa com a música. Não perdi meu tempo: amei tanto a música quanto o clip. Era hora de encher minha playlist de Gabrielle!

Continuei minha busca e fui à procura da história da cantora. Pelo o que eu entendi, a Gabi (hum, que intimidade, rá-rá) ficou mais conhecida com covers no Youtube. Gostei muito de Fix You (Coldplay). Você também encontrará covers de Teenage Dream (Katy Perry) e The Liar and The Lighter (You And My At Six).

Gente, que cantora mais fofa-voz-linda-eu-amei! Impossível não ouvir o CD English Rain inteiro, do começo ao fim, incansavelmente! Me apaixonei pela voz da cantora e indico algumas músicas para vocês! Ótimo para ouvir nos dias de chuva, tomando um banho bem quentinho, mandando um torpedo para o amado, “blogando” por horas a fio e, principalmente, antes de dormir!

Gostaram da dica de hoje? Quem já conheciam a cantora? Eu adorei as músicas! The Power Of Love é fantástica também, não é? Já está no meu celular como música de ninar!
Uma ótima semana toda desafinada para vocês!
Beijos di moça!

categoria10 category image

Músicas românticas para pessoas românticas

04 . junho . 2013

Já disse o sábio Friedrich Nietzsche: “Sem a música, a vida seria um erro.” Eu concordo. Gosto de música. Das mais variadas. Das mais tristes às mais agitadas, a música está presente no dia a dia e em qualquer momento, já reparou? Em casa, no trabalho, na esquina, nos restaurantes, nas árvores, no oceano, existe música onde quer que você vá. Não precisa ser expert para ouvi-las. Mas não é qualquer um que consegue senti-las, ali dentro do coração.
Eu sou uma moça com sensibilidade forte em relação à música. Gosto de todas que tragam os meus sentimentos à tona. Se estou triste, gosto das que me fazem chorar (limpar a alma com as lágrimas e deixar toda a impureza sair pelos olhos); gosto das alegres quando estou feliz e animada. E as românticas quando estou nos braços do meu amor. Ah, essas são as melhores. A vida precisa de trilha sonora!
Confissão: Só consigo dormir com minhas músicas da playlist – sleep timer por uma hora, por favor – e é uma das melhores alternativas para o sono chegar.
O post de hoje traz músicas românticas para pessoas românticas. Você não precisa estar em um relacionamento para ouvi-las. Desde que sinta o prazer em deixar o som e a letra entrar no seu coração. São bandas e cantores que não saem da minha playlist e quero compartilhar com vocês! Espero que gostem!


Músicas românticas para pessoas românticas by Di Moça on Grooveshark

Dicas

Que tal compilar um CD para o seu amor no dia dos namorados? Um presente simples mas criativo e exclusivo de vocês. Você pode ir até uma gráfica e imprimir uma capinha bem bacana para o presente.

Você toca algum instrumento? Ótimo! Que tal fazer uma serenata especialmente para o seu amor? Pode ser uma música que tem tudo a ver com vocês ou você pode compôr uma letra contando a história de vocês!

Não deixe de fora a música no dia dos namorados. O seu dia fica cheio de vida e com um significado único. Aproveite para escolher as suas músicas preferidas para comemorar o dia com o seu amor.

Que músicas vocês recomendam para ouvir no dia dos namorados? Eu adoro dançar com o meu ao som de uma música bem agradável e calma, vocês não? O rostinho colado um no outro, as mãos entrelaçadas e os dois se tornando um só no embalo da música. Que tal tentar uma dança romântica sob o céu estrelado? Vocês não irão se arrepender! 😉
Beijos di moça!

categoria10 category image

Ouça: músicas com o seu nome

14 . maio . 2013


Dá um look na minha cara de poucos amigos.. 😡

Quando eu era mais nova e alguém perguntava “qual é o seu nome?”, eu respondia “Jessica”. E, até hoje, não entendo porque é que logo em seguida a pessoa cantava “O nome dela é Jéssica/Eu já falei pra vocês/É a coisa mais linda/Que Deus pode Fazer”. E, claro que eu ficava com uma cara de “ahm?” até a pessoa explicar que era uma música super conhecida (“você não conhece, minha filha?”) com o meu nome.
O problema (para mim) era que tinha essa música! Ninguém conseguia cantar outra música-resposta com meu nome, que saco. Fui crescendo meio indignada com tantas músicas sobre Daniela, Mary, João, Camila, Paula e tantos outros que nem me lembro agora.
Até que surgiu aquela “lambada” do Lou Bega (“Mambo No. 5″) e lá no meio da música tinha um Jessica escondido! Fiquei tão feliz gente! Que emoção ouvir seu nome em uma música, seja ela breguíssima ou não. A curiosidade ainda não matou o gato e com certeza não me matou, então fui atrás de outras músicas com meu nome (com aquela expectativa baixa, coitadinha) mas acredite se quiser, encontrei algumas! E músicas boas, ai que maravilha!
E o post de hoje é para incentivar você a ouvir músicas com o seu nome! Acredite, o mundo da música é tão vasto e original (de certa forma) que você pode encontrar, sim, uma música com seu nome.

Regina Spektor (Moscou, 18 de Fevereiro de 1980) é uma cantora, compositora e pianista russa radicada nos Estados Unidos. Sua música é associada ao cenário antifolk de Nova Iorque localizado no East Village.

Quando encontrei a música da Regina com meu nome eu quase caí da cama de tanto pular de alegria. Porque é uma das minhas cantoras favoritas e o ritmo é muito fofo! Ótima para ouvir antes de dormir ou olhando o céu estrelado. A sensação é de que a música foi feita exclusivamente para mim, Jessica Asato (por favor, não acabe com minha sensação “superstar”).
E a letra não poderia ser mais minha-cara:
“But I am asking please, Jessica, wake up.”
“Mas eu estou pedindo por favor, Jessica, acorda.”

Quietdrive é uma banda de pop punk estadunidense formada em Minneapolis, Minnesota em 2002. Quietdrive lançou seu primeiro álbum de estúdio chamado When All That’s Left Is You em 30 de maio de 2006 pela Epic Records. Já em abril de 2008, Quietdrive deixou a Epic Records e lançou seu novo álbum, intitulado Deliverance, em 14 de outubro de 2008 com a Militia Group.

Enquanto a Regina pede para eu acordar, a banda Quietdrive pede para eu desistir. Que povo mais louco, não é? A música tem umas batidas mais fortes, um ritmo mais agitado e eu gosto do mesmo jeito. Às vezes ouço quando quero jogar um copo no chão, ou me espernear feito criança quando estou com os nervos à flor da pele. Já aconteceu isso com você? Eu ouço essa música e jogo a cabeça no travesseiro (porque, se for na parede, os danos serão irreversíveis).
“Oh, give it up, give it up, Jessica.”
“Oh, desista disso, desista disso, Jessica.”

Graham Colton é um cantor de Música Popular de Oklahoma City – mais amplamente conhecido por seu hit, “Best Days”, caracterizado pela Fox como “American Idol”. Ele já excursionou com John Mayer, Counting Crows, Maroon 5, Dave Matthews Band, Kelly Clarkson, entre outros; e apareceu na NBC’s “Tonight Show com Jay Leno”, da CBS “Late Show com David Letterman”, da NBC Today Show, The Ellen DeGeneres Show e ABC da Vivo com Regis e Kelly entre outros. O álbum de estréia solo de Graham Colton é “Here Right Now”, foi lançado em 30 de outubro de 2007.

Apesar de a música na playlist ser acústica, eu prefiro a versão normal mesmo, com um ritmo mais intenso e sem ser irritante. Os meus pés ficam batendo enquanto a música enche meus ouvidos e faço as postagens no blog. Isso tudo é tão divertido! Ai, como somos poderosas!
You’re the one I can’t figure out
But the one I can’t forget.”

Você é única que eu não consigo entender
Mas é a única que não consigo esquecer.”

Elliot Minor é uma banda de rock de York, Inglaterra. O grupo é composto por Alex Davies (vocal e guitarra), Ed Minton (vocais e guitarra), Dan Hetherton (bateria e backing vocal) e Ed Hetherton (baixo). A banda atua desde 2001.

Altamente recomendada para ouvir enquanto dirige! Se você estiver muito estressada então sugiro Regina Spektor. Mas quando quero manter a energia, escuto Elliot Minor. Ou melhor, Jessica, de Elliot Minor. Viram como a batida também tem um quê de rock bacana? Não é um estrondo de bateria insuportável e nem uma coisa morta, na medida certa!
“Walk with me, let’s walk into the night
Jessica, come home with me tonight
Superstar, you mean to much to me.”

“Andar comigo, vamos andar pela noite
Jessica, venha comigo para casa esta noite
Superstar. você significa tanto pra mim.”

Aos 28 anos, Katherine Elizabeth King vem ganhando cada vez mais visibilidade com suas performances em cima do palco, programas de TV e filmes como “O som do coração”, além das participações em discos de artistas mais conhecidos do grande público como Foo Fighters e a dupla canadense Tegan and Sara. Mas a instrumentista, que já foi tema de artigos de publicações especializadas sobre o seu estilo, se distancia do artifício “técnica pela técnica” – que acomete muitos virtuoses.

Outra cantora recomendadíssima para vocês (com direito a um post exclusivo mais para frente) cantando uma música linda com meu nome, oh que alegria! Só que não dá pra negar: algumas músicas não têm pé e nem cabeça (ou eu que sou lerda demais?). Mas aqui, eu gosto mesmo é do ritmo lento-quase-parando.

“Jessica says she’d wait for me
I’d be 18 when she is turning 23.”

Jessica disse que ela esperou por mim
Eu tenho 18, quando ela está fazendo 23.”

Músicas com Jessica by Di Moça on Grooveshark

Agora eu desafio VOCÊ a encontrar músicas (lindas) com o seu nome e compartilhar com a gente nos comentários do post! Se não existir pelo menos uma música com o seu nome – seja ela brega ou não -, então sempre é hora de trocá-lo por um mais conhecido!
Beijos di moça!

categoria10 category image

Trilha Sonora “Entre o Agora e o Nunca”

01 . maio . 2013

O post de música está chegando super atrasado e peço desculpas para vocês. A justificativa? O bendito feriado, né? Poxa, desse jeito não há trabalhador que resista uma folguinha. Aliás, feliz dia do trabalhador para todos vocês, inclusive os blogueiros!

Essa semana chegou uma surpresa maravilhosa para o blog e que tem tudo a ver com a playlist da semana. A editora Suma de Letras enviou para os parceiros um fone de ouvido chiquérrimo com a lista das músicas citadas no livro-super-lançamento Entre o agora e o nunca da autora J. A. Redmerski! Ainda não li o livro na versão original mas já vi tantos comentários positivos que se torna impossível não entrar no embalo do “aimeuDeuseuprecisodesselivrotambém”! E como forma de divulgar o livro, nada mais criativo do que compartilhar a trilha sonora do livro. Achei o máximo ter uma OST original do livro (eu sou apaixonada por trilhas sonoras, diga-se de passagem) e gostei do que ouvi. Por isso, cá estou eu para compartilhar as músicas com vocês! Espero que gostem!


Entre o Agora e o Nunca


Autora: J. A. Redmerski
Ano: 2013
Editora: Suma de Letras

Camryn Bennett é uma jovem de 20 anos insatisfeita com a própria vida. Ela mora com a mãe e trabalha numa loja. Seu sonho de viajar pelo mundo com uma mochila nas costas parece cada vez mais distante. Ian, seu namorado, morreu num acidente de carro há um ano, fato que a traumatizou. O pai abandonou a família e o irmão mais velho, Cole, está na prisão. A gota d’água é quando seu plano de morar com a melhor amiga, Natalie, vai por água abaixo após o namorado de Nat revelar que está apaixonado por Camryn.
Perdida, sem saber o que fazer, Camryn vai para rodoviária e pega o primeiro ônibus interestadual, sem se importar com o destino. Com uma carteira, um celular e uma pequena bolsa com alguns itens indispensáveis, a jovem embarca para o estado de Idaho.
O que ela não esperava era conhecer Andrew Parrish, um jovem sedutor e misterioso, a caminho para visitar o pai, que está morrendo de câncer. O personagem é um perfeito bad boy, músico de blues, belo e tatuado. Ele se aproxima da companheira de viagem, primeiro para protegê-la, mas logo uma conexão irresistível se forma entre os dois. Camryn tenta lutar contra o sentimento, já que jurou nunca mais se apaixonar desde a morte de Ian. Andrew também tenta resistir, motivado pelos próprios segredos.


Esse fone de ouvido é maravilhoso! Acabamento muito bom, adorei a estrelinha do lado e com certeza será favoritinho do celular


Um suspiro pela dupla “The Civil War”, que por sinal terá um post exclusivo no Di Moça.

Entre o Agora e o Nunca by Editora Objetiva on Grooveshark

Estou “in love” pelo meu fone de ouvido e quase o perdi para o meu namorado hoje. Ah se eu não fico esperta…


Ah, eu quero esse livro logo… #xatiada

Sei que a maioria dos leitores que já leram esse livro, amaram! E você que ainda não leu, está ansioso? O livro em formato digital já está à venda!

Amazon.com.br Saraiva Online

Espero que tenham gostado da dica de hoje!
Um beijo di moça e até o próximo post!

@blogdimoca no Instagram!

:: Di Moça :: Colecionando sonhos! - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015 - Design por Jeh Asato