categoria10 category image

Instagram da Semana (Música)

17 . fevereiro . 2014

Mais uma semana de Instagram e eu adorei o resultado!! Obrigada a todos que acataram meus pedidos no último post da coluna! É muito bom ter todos vocês participando e brincando na coluna! E para deixar tudo melhor ainda, logo logo a coluna terá prêmios para os que participaram e forem sorteados, uhrul! *-*

Tema: Música

E o tema desta semana é… é…. : meu pet! Para quem ainda não sabe, eu sou apaixonada por cachorrinhos e tenho seis lhasas em casa! Por isso quero conhecer mais o pet de vocês! Pode ser cachorro, gato, papagaio, cobra, jabuti, lagartixa mas desde que seja sua fofurinha de estimação, okay?

Como participar:

• Ter um perfil no Instagram;
• A sua conta não pode ser privada porque, caso contrário, eu não conseguirei visualizar suas fotos;
• Postar uma foto de acordo com o tema proposto;
• Acrescentar a hashtag #petdimoca na legenda da foto;
Não é obrigatório seguir o perfil do blog, mas seja bem vindo se você desejar fazê-lo;
• Você pode postar quantas fotos quiser mas serão escolhidas as mais criativas;
• As fotos com este tema serão postadas na próxima segunda-feira.

Espero contar com fotos de vocês para a próxima semana hein! 😉
Beijos di moça!

categoria10 category image

Playlist: Músicas que eu não devo ouvir quando estiver triste (mas eu ouço)

11 . fevereiro . 2014

Mais uma coluna sendo inaugurada no blog! A partir de agora, além das dicas de cantores e bandas, também teremos dicas de playlists, ou seja, uma coletânea de músicas sobre um determinado tema!

Eu só queria que tu soubesse que eu não vou sair de você. Vou me grudar nas tuas músicas, colar nos teus filmes, dar as caras nos personagens dos teus livros, aparecer de surpresa nas suas conversas com outras pessoas, inevitavelmente você vai me comparar com todo mundo e, por fim, vai perceber que não tem melhor que eu.

(Caio Fernando de Abreu)

Para inaugurar a coluna Playlist, aqui estão cinco músicas que eu NÃO devo ouvir quando estiver triste (incluindo momentos de TPM – principalmente – e dores no cotovelo) mas que eu ouço, no final das contas!

Que mania boba que eu tenho de me torturar com músicas tristes quando estou triste. Isso acontece só comigo ou vocês fazem a mesma coisa?

1. Fix You – Coldplay

Sabe aquele momento que você já se sente a mosca do cocô do cavalo? Então, eu adoro exaltar esses momentos. É tiro e queda: toda-santa-vez que eu estou mal, frustrada, triste, de TPM, abandonada, largada – e por aí vai – eu escuto Fix You. E choro, choro, choro, choro. Coisa mais doentia, né? Mas eu sou assim. Adoro exaltar minhas dores, com licença.
Como não se sentir parte dessa música nessas horas, gente? A letra é simplesmente linda, perfeita, forte e cheia de emoções!

When you try your best but you don’t succeed
When you get what you want but not what you need
When you feel so tired but you can’t sleep
Stuck in reverse

And the tears come streaming down your face
When you lose something you can’t replace
When you love someone but it goes to waste
could it be worse?”

Também adoro a versão da música cantada pela Gabrielle Aplin, ouça aqui.

2. Down – Jason Walker & Molly Reed

Essa música é daquelas que te deixa mais pra baixo ainda, sabe? A letra te convence que você não vai para lugar algum além desse buraquinho que você se encontra. O ritmo é maravilhoso, mas a letra sempre me deixa mais down e me faz chorar horrores também. Credo, coisa de masoquista né? Mas lá no fundo, me faz bem.

“I shot for the sky
I’m stuck on the ground
So why do I try?
I know I’m gonna fall down.
I thought I could fly
So why did I drown?
I’ll never know why
Its coming down, down, down.”

Eu “conheci” essa música por causa de uma colega de curso que ama Vampire Diaries e, se não me engano, ela faz parte da trilha sonora da primeira temporada (me corrijam se eu estiver errada!).

E esse Ian Somehalder, pelo amor, como pode existir?? *-*

3. Dust to Dust – The Civil Wars

Uma das melhores bandas que está na minha playlist, claro que ela teria uma música que me faria chorar naqueles momentos tristes-quase-depressivos, né? Para minha surpresa, a música faz parte da trilha sonora do remake “Carrie, A Estranha”! Quando escutei a música durante o filme quase chorei, sério!
É impossível não se emocionar com The Civil Wars e, quando você conhecer as músicas da banda, perceberá que a banda consegue fazer parte de todo e qualquer momento da sua vida!

“You’ve held your head up
You’ve fought the fight
You bear the scars
You’ve done your time
Listen to me
You’ve been lonely, too long…”

4. Heart Of Stone – IKO

Não me lembro se já mencionei aqui no blog mas, por incrível que pareça, a trilha sonora dos filmes Amanhecer (Parte 1 e 2) são algumas das melhores que já ouvi! Isso porque contam com uma série de bandas que eu amo, como “Angus & Julia Stone”, “Christina Perri”, “The Features”, “Iron & Wine” e “IKO”, que compôs uma das músicas mais românticas da minha playlist.

“Can I get a witness
To the processes
The wasted tears
If it dry a river
With your heart of stone

When you’re here with me
You’re not here with me…”

Tem uma versão-cover muito fofa, gravada pela Gaby, ouçam aqui.

5. Angels – The XX

Por último, mas não menos importante, a música que ficou conhecida pela minissérie Amores Roubados: Angels! A banda The XX conquistou a playlist de diversos leitores e comigo bate aquela nostalgia que me encontra a cada quinze dias, quando decido pensar no meu passado e encontrar respostas para o meu futuro. Coisa de gente como eu, me julguem se quiserem!

“And with words unspoken
A silent devotion
I know you know what I mean
And the end is unknown
But I think I’m ready
As long as you’re with me…”

Essa música seria muito romântica se eu tivesse motivos para estar “in love” por alguém que também estivesse “in love” por mim. Sacaram?

Okay, chega de falar sobre mim, agora eu quero ler de vocês! Sei que, lá no fundinho de cada um, tem esse motor masoquista que faz com que vocês escutem uma musiquinha especial nesses momentos de deprê. Contem pra mim, quais são essas músicas que você não deve ouvir quando está triste (mas ouve)?? *-*
Beijos di moça!

categoria10 category image

Ouça: Peter Yorn e Scarlett Johansson

04 . fevereiro . 2014

Quando fiquei sabendo, pela primeira vez, que a atriz Scarlett Johansson tinha partido para a área musical, quase ri. Na segunda vez, precisei conferir. Apesar de muitos sites terem feito críticas a respeito da atriz-agora-também-cantora, eu gostei. Mas quando eu tive a oportunidade de conferir o projeto Break Up, fiquei encantada. O projeto foi idealizado pelo cantor-mega-maravilhoso Peter Yorn em parceria com Scarlett e deu muito certo. O CD foi gravado em 2006 mas apenas em 2009 que ele foi lançado. Aqui, em Break Up, a voz de Scarlett se adaptou super bem ao estilo meio acústico e country proposto pelo Peter!

O álbum foi inspirado por gravações de 1960 de Serge Gainsbourg com Brigitte Bardot. Pete Yorn idealizou o projeto e entrou em contato com Scarlett Johansson, que gravou seus vocais em apenas duas tardes, informa o jornal USA Today.

Fonte: Cifra Club

Essas são duas músicas que eu adoro ouvir quando o meu dia está bacana, sabe? Quando você repara nas nuvens, o canto dos passarinhos te agrada e o calor não é tão insuportável assim. Geralmente escuto enquanto dirijo, é muito bom!

Em contrapartida, essas eu escuto quando percebo que estou prestes a entrar em ebulição. Sabe quando tudo está prestes a explodir, seja por causa do trabalho, dos estudos, da TPM (benção) ou qualquer outro motivo que vai te deixar irritada? Então, eu escuto essas músicas antes de deixar tudo ir para os ares. E, quase sempre, dá certo! 😉

Adoro “Clean” para aqueles momentos em que eu preciso deitar e esfriar a cabeça depois de uma discussão, briga ou qualquer coisa que quer desviar meu foco.

“When you’re alone,
You’ll ask yourself things
I bet you were not….”

Todas as canções foram escritas e compostas por Pete Yorn, menos “I am the Cosmos”, que é um cover de Chris Bell.

De acordo com a revista Veja, Scarlett montou uma banda só de garotas, chamada “One and Only Singles”. De acordo com a cantora, a banda será algo como “The Go-Gos” (grupo de 1970 feito apenas de garotas).
Eu estou com os dedinhos cruzados para que a Scarlett continua no ramo musical! E vocês, gostaram?
*-*
Beijos di moça!

categoria10 category image

Ouça: Jason Castro

28 . janeiro . 2014

As férias estão acabando e, para muita gente, é motivo para chororô! Okay, eu sei que não é bacana acordar cedo todo “santo-dia” e estudar/trabalhar mas convenhamos que exercitar o cérebro faz bem, né? Não só o cérebro, mas o corpo todo. Como eu sei que vocês praticaram muitas atividades físicas durante as férias (pularam, correram, tomaram banho de piscina, brincaram) o cérebro precisa exercitar um tiquinho, né?
Porém, que tal dar um adeus bem gostoso para esse ritmo preguiçoso das férias? Eu escutei muito Jason Castro durante as férias porque ele tem esse ritmo meio “lazy” que eu adoro nas músicas do Jason Mraz (opa, quase dá para confundir, né? *-*). Espero que vocês gostem também!


Jason René Castro, nascido em 1987 (ai, minha gente!) é um cantor e compositor dos Estados Unidos (cresceu em Rowlett mas reside em Rockwall). Foi um dos finalistas da sétima temporada de American Idol, tendo obtido a quarta posição. Depois de American Idol, ele assinou um contrato de gravação com a Atlantic Records e seu primeiro álbum foi lançado em 13 de abril de 2010. O espanhol foi a primeira língua a aprender quando criança.

Facebook | Site

Ah, quem não conhece Somewhere Over The Rainbow agora pode balançar o corpinho no ritmo dessa música super contagiante! Tem tudo a ver com férias e praia, né? Eu adoro essa música e, na voz do Jason, ficou melhor ainda!
O cantor afirma que, dentre suas influências musicais, os músicos Ray LaMontagne, Ben Harper, Bob Marley, Carlos Vives e Kirk Baxley se destacam. Deu para perceber pelos dreads, né galera? Apesar desse estilo meio “reggae” que o cantor tem, ele tem uma personalidade totalmente diferente. Ele é cristão, pasmem vocês ou não! Algumas pessoas sempre julgam outras pela forma de se vestirem, falarem ou cantarem e, talvez, isso seja uma surpresa tanto pra mim quanto para você! Jason fez o cover da música Hallelujah (Jeff Buckley).

“God made me for a reason and nothing is in vain
Redemption comes in many shapes with many kinds of pain
Oh sweet Jesus if you’re listening, keep me ever close to you…”

Mas calma aí que tem mais: o menino é tão bom no assunto que algumas músicas me levam às lágrimas. Toda mulher, eu acho, tem aqueles momentos muito sensíveis, que até propaganda de cartão de crédito a deixa comovida. Eu tenho esses momentos e sempre escuto uma das músicas do JM (“You can Always Come Home”). Não sei por quê mas essa música toca lá no fundo do meu coração e mexe com meus olhos, parece que entraram ciscos sabem?

Ok, confesso que essa não tem clima de férias mas é impossível não compartilhá-la com vocês!

Com essa voz e essa doçura toda, é impossível não se apaixonar pelas músicas do Jason, né? Acho que até eu, mulher vivida (caham), cairia de amores por ele! O que vocês acharam? Sei que em determinado momento do post saímos totalmente do assunto “férias” mas fica a dica de um ótimo cantor para vocês!
Beijos di moça!

@blogdimoca no Instagram!

:: Di Moça :: Colecionando sonhos! - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015 - Design por Jeh Asato