categoria15 category image

Caixinha de Correio (Junho)

28 . junho . 2013

Que saudade de compartilhar minhas comprinhas do mês com vocês! Depois de alguns meses (dois, para ser mais exata) consegui tirar fotos de compras para a Caixinha de Correio! Essa é mais uma das mudanças aqui no blog: você se lembra da coluna Comprar Ganhar Receber? Pois é, a partir de agora ela será Caixinha de Correio e com fotos! Não terá data definida para vir ao ar, fiquem tranquilos! Toda vez que chegar alguma coisa aqui em casa (que valha a pena mostrar, claro :p) eu compartilho com vocês! *-*
Agora vamos ao que interessa com um pouquinho de Clarice Falcão!


Por favor, ignore o humor da minha franja! -.-‘


Ixi, foto com cara de songa, ignore também! -.-‘


Hum, sério, não sei qual foi minha intenção nessa foto!


Seus curiosos! Ainda não tem nada na caixinha! :p


Aaaii, já estou com linhas de expressão nos olhos, que horror!

Na caixinha:

Régua: porque já passei por situações em que uma régua me salvaria. É sempre bom ter esses materiais no quarto.

Calculadora: a minha aguentou por um bom tempo, fiquei tão feliz. Essa parece um iPhone né? *-*

Cadernos Betty Boop: vocês sabiam que eu faço anotações dos livros que leio em cadernos? Minha memória é fraca (coitada) e, durante a leitura, preciso anotar nome de personagens, informações importantes para as resenhas do Di Moça. O menor é para carregar na bolsa. O maior, para livros que leio apenas em casa. Achei esses cadernos tão lindos! Adoro Betty Boop! (Marca Grafons).

Caixa Paris: Quando vi essa caixa na livraria quase tive um surto! Porque ela é perfeita para guardar as cartinhas que recebo! Se você ainda não sabe, amo receber cartinhas e guardo todas com muito carinho. O baú onde elas ficavam estava bem pequeno (ui) e essa caixa será perfeita para isso. Pretendo guardar os meus marcadores de livros no baú das cartas. Ainda estou pensando sobre isso.. (Marca: Mart).

Escola dos Sabores – Erica Baurmeister: adoro encontrar promoções nas livrarias de Campo Grande! Quando encontrei este por R$ 6,90 não resisti e trouxe para casa. Adorei a sinopse também! O livro foi lançado pela Sextante.

Todos os meses, na primeira segunda-feira à noite, a cozinha do restaurante de Lillian se transforma na Escola dos Sabores. Ali, um grupo de oito alunos se reúne para aprender deliciosas receitas. Ou pelo menos é isso que esperam que aconteça. Ainda criança, Lillian descobriu sua paixão pela culinária e o poder que a comida tem de transformar e curar a vida das pessoas. Por isso, sempre que inicia uma nova turma, ela observa os alunos atentamente, em busca de sua verdadeira motivação para estar ali. A cada aula, ela lhes apresenta um novo desafio: nada de receitas tradicionais, com quantidades definidas e descrição do modo de preparo. Em vez disso, coloca diante deles apenas alguns ingredientes essenciais e os convida a fechar os olhos e se deixarem levar pelos sentidos. À medida que os pratos são preparados, o grupo mergulha num mar de sensações. O cheiro delicioso de um bolo no forno remete à infância num país distante e faz lembrar os momentos mais felizes e os mais difíceis de uma união de longa data. Uma pitada de orégano no molho de macarrão traz de volta uma triste história de amor. A firmeza de um tomate maduro desperta a coragem de se libertar. Cada tempero, aroma e textura exerce um efeito mágico diferente sobre os alunos. Com o correr dos meses, eles têm a oportunidade de olhar para dentro de si mesmos e de conhecer uns aos outros. Ao fim do curso, terão descoberto muito mais do que os segredos da cozinha: paixões, vocações e amizades. Escola dos sabores é uma história comovente sobre o que de fato importa na vida. Você vai saborear cada capítulo e, depois de ler este livro, nunca mais fará uma refeição como antes.

L.A Candy – Lauren Conrad Mesmo com algumas resenhas duas estrelas, fiquei curiosa com esse livro. Além de a capa ser muito fofa, a história também chamou minha atenção – e estava na promoção, o que merece ser considerado. O segundo livro já foi lançado pela Galera Record.

Um produtor de TV contrata Jane e Scarlett, melhores amigas recém-saídas da escola, para gravar um reality show sobre quatro jovens tentando ganhar a vida em Los Angeles. Scarlett estranha tanta atenção, mas Jane adora ter um bom apartamento e entradas VIP para boates. Até que um desentendimento entre as meninas pode ameaçar tanto sua amizade quanto o futuro do programa.

Beijada por um anjo: a força do amor (volume 2) – Elizabeth Chandler: Se eu disser que tenho a coleção desta série menos o segundo volume, vocês acreditariam? Pois é, li o primeiro e achei mais ou menos (do tipo “merece uma chance”) e decidi ler os outros. Mas o segundo livro não veio pra mim. Ganhei o terceiro volume da Tatah e o restante veio direto da Novo Conceito. Finalmente poderei dar continuidade à série!

Quatro semanas se passaram desde o acidente em que Ivy Lyons perdeu Tristan, o grande amor de sua vida, e deixou de acreditar nos anjos. Os dias têm sido difíceis e para superá-los Ivy busca forças na família e nos amigos. Sua grande motivação agora é ensaiar para a apresentação de piano no Festival de Artes de Stonehill, já que Suzanne, sua amiga de infância, pensando em animá-la, fez a inscrição, mesmo contra a sua vontade. Ainda sem saber lidar com os seus poderes angelicais, Tristan Carruthers conta com a ajuda de Lacey – um anjo mais experiente – para aprender a tocar nas pessoas, canalizar energia e voltar ao passado. Assim, os dois partem na busca por respostas para o acidente, por uma maneira de Ivy sentir Tristan e, principalmente, de mostrá-la que o acidente foi, na verdade, um assassinato. Todo esforço de Ivy para superar a perda de Tristan é interrompido por pesadelos que a fazem reviver o dia do acidente e se misturam com fatos do dia do suicídio de Caroline, ex-mulher de Andrew, marido de sua mãe. O temor de Ivy é acalantado nos braços de Gregory, seu irmão adotivo. Angustiado pelos contínuos pesadelos da amada, Tristan decide que é a hora de fazer contato e segue seu objetivo com a ajuda de Lacey. Mas como aproximar-se de Ivy se ela não mais acreditava em anjos e ele agora era um? O amor que os une será o canal para Tristan se aproximar de Ivy e alertá-la sobre as pessoas que estão ao seu redor. Será que todos em que ela confia são realmente seus amigos?

Como falar com um viúvo – Jonathan Tropper Também lançado pela Sextante, o título foi o que chamou minha atenção. Depois, o preço (claro!). E algumas resenhas também me incentivaram a comprá-lo. Será que vou gostar?

Doug Parker não foi um aluno brilhante, não conseguiu entrar para nenhuma universidade de prestígio e era demitido dos empregos de redator com relativa frequência. Enfim, não levava nada muito a sério até conhecer Hailey, bonita, inteligente e cerca de 10 anos mais velha que ele. Quando os dois se casam, Doug deixa para trás a descompromissada vida de solteiro e se dedica a esse amor, acreditando finalmente ter encontrado seu rumo. Mas, dois anos depois, Hailey morre em um acidente de avião e tudo perde o sentido. Tentando lidar com o luto, Doug passa a escrever uma coluna chamada “Como falar com um viúvo”, em que desabafa sua dor, relata a dificuldade de expressar seus sentimentos e se lembra da esposa de maneira sincera e cativante. A coluna se torna um grande sucesso – algo com que ele sempre sonhou – só que, infelizmente, no momento errado. Em meio a seu drama, Doug se vê às voltas com o enteado rebelde e a irmã gêmea que se mudou para sua casa decidida a fazê-lo voltar a se relacionar com outras mulheres. E então nada mais é como antes: sua vida passa a se desenrolar em uma divertida sucessão de encontros desventurados e insólitas confusões familiares. Entre tropeços, atropelos e as mais loucas situações, Doug começa a tocar sua vida, ainda que não saiba muito bem para onde. Afinal, muitas vezes o melhor a fazer é seguir em frente.

Onde comprar?

Livraria Leitura: Shopping Campo Grande
Av Afonso Pena, 4909, – Santa Fé
(67) 3303-3500.

É gente, por enquanto foram essas coisas lindas que comprei! Não vejo a hora de meu quarto ficar organizadinho para trazer as fotos aqui no blog. Claro que isso depende apenas e somente de mim, mas eu tenho meus motivos para a demora, não joguem bananas em mim. O inverno começou e essa chuvinha destrói todos os meus planos de limpeza.
Um beijo di moça!

categoria12 category image

Os Minions invadiram o McDonald’s!

27 . junho . 2013

Tenho vinte e cinco anos mas esqueci de crescer! Quando entrei no Facebook e vi que o McDonald’s tinha escolhido os Minions do “Meu Malvado Favorito” como surpresa do Mc Lanche Feliz, quase surtei! Porque eu simplesmente amo esse desenho! Meus personagens favoritos são a Agnes, o Gru, alguns Minions (claro) e o unicórnio-fofinho (Unicórnios eu amo, são tão fofinhos! Uni-uni-córnios!) mas quando vi esses bichinhos em miniatura, oh meu Deus, não resisti. Hoje mesmo fui correndo até o McDonald’s mais próximo e compre meu lanche feliz (quem come o lanchinho é o Jho – eu como só a batata!). E, para minha alegria, ganhamos um outro Minion! Morri de amores! *-*
Obrigada, vendedor do McDonald’s, por ter sido simpático com meu jeito criança com os Minions e ter me dado mais um!
No mês de julho estreia Meu Malvado Favorito 2 nos cinemas (espero que em Campo Grande também) e não vejo a hora de assistir! Já vi os trailer e achei uma graça, impossível não morrer de amores pela Agnes!


Agora que o empreendedor Gru deixou para trás uma vida de super crimes para criar Margô, Edith e Agnes, Gru, Dr. Nefário e os Minions têm algum tempo livre par aproveitar.

Mas, assim que ele começa a se adaptar ao seu novo papel como pai de família, uma organização ultra-secreta dedicada ao combate do mal em todo o mundo bate à sua porta. Agora, depende de Gru e de sua nova parceira, Lucy Wilde (com a voz de Maria Clara Gueiros) descobrir quem é o responsável por um crime espetacular e levá-lo à justiça. Afinal, é necessário o maior ex-vilão do mundo para capturar aquele que está tentando tomar seu lugar…

Unindo-se ao elenco que retorna para Meu Malvado Favorito 2 estão Floyd Eagle-san, proprietário do clube local de implantes de cabelo para homens e principal suspeito no crime mais desprezível de todo o mundo desde que Gru saiu de cena; Silas Bundovsky, o chefe de Lucy na Liga Anti-Vilões e um super-espião cujo sobrenome oferece risadas sem fim para os minions; Antonio (com a voz de Arthur Aguiar), o delicado objeto da afeição da adolescente de Margô (e supremo aborrecimento de Gru); e Eduardo Perez (dublado no Brasil por Sidney Magal), pai de Antonio, dono do restaurante Salsa & Salsa e o homem que pode ou não ser o super-vilão mais macho que jamais existiu, El Macho.


Amo esse desenho dublado, a voz da Agnes é linda demais!

Esse é o Stuart: se você pressiona o botão nas costas, ele abre as mãos e ascende a luz na cabeça! E dá pra usar o bonequinho como broche (ainda não tentei).

O Stuart já tem função aqui em casa: segurar um livro! Hihihih.

Esse é o Carl: Ele tem um skate super bacana e você pode encaixá-lo em três posições diferentes!


Vou insistir o máximo que eu puder para meu namorado deixá-lo aqui na estante! #torcendo

Galera, tem muitos modelos de Minions! Alguns parecem iguaizinhos mas mudam alguns detalhes (o cabelo, os olhos, a função, etc.). O legal é que cada um tem nome também! Você encontra as informações no site do McDonald’s Brasil.


McLanche Feliz: R$ 14,90
Brinquedo avulso: R$ 9,90

Mc Donald’s em Campo Grande – MS

Shopping Campo Grande: Praça de Alimentação.
Av. Afonso Pena, 1620
(67) 3325-7366.

Shopping Norte Sul Plaza: Praça de Alimentação.
Av. Pres. Ernesto Geisel, 2300 – Aero Rancho
(67) 3044-3900.

Drive Thru:
Av. Afonso Pena, 1620 (entre Av. Ernesto Geisel e R. Anhanduí)
(67) 3325-7366.

Avenida Mato Grosso, 2.795 (cruzamento com a Rua Ceará)

E aí, quais você vai levar para casa? ;)
Beijos di moça!

categoria2 category image

Concurso Cultural “Você no Booktrailer da Galera”

26 . junho . 2013

Poxa, fiquei alguns dias longe da Internet e descubro tantas promoções e concursos super bacanas lançados pelas editoras. Desse jeito não há rinite que me segure, né?
Desta vez é a Galera Record que está promovendo um concurso cultural hiper bacana: Você no Booktrailer da Galera. O concurso será realizado por meio do Facebook, em território nacional e para maiores de 13 (treze) anos.
O objetivo é eleger, seguindo as regras determinadas nesta nota, os 10 vídeos mais criativos para integrar o vídeo de divulgação (BOOK TRAILER) do livro “O Futuro de Nós Dois”! #aiquetudo.

Ah, infelizmente cheguei em cima da hora para avisar que o período de inscrição e envio da resposta é das 15h do dia 12/06/2013 até às 16h do dia 26/06/2013. Não serão aceitas respostas enviadas em qualquer outra dataou horário, anterior ou posterior. Os dez vídeos mais criativos serão premiados com 5 livros da editora Galera Record! #puladealegria.

O Di Moça resolveu entrar na brincadeira, apesar da correria (como disse acima) acho que vale a pena entrar nesses concursos, são tão divertidos! Contei com a ajuda do meu namorado-lindo-mil-e-uma-utilidades Jonathan Freitas (#salvadepalmas)! Os desenhos ficaram bem divertidos e bem caseiro! Foi gostoso (e um pouco cansativo, claro) fazer desenho por desenho!

E vocês, estão participando?? *-* Adorei a tentativa de criar um booktrailer, rs. Boa sorte para todos os participantes!
Beijos di moça!

categoria15 category image

O Di Moça também foi às ruas de Campo Grande!

21 . junho . 2013

Aconteceu nesta quinta-feira (20/06) o movimento I Ato Público de Apoio a Manifestação Nacional, criado a partir do Facebook. E foi a vez de Campo Grande (MS) ir às ruas. Achei que o Di Moça estaria fora dessa, afinal de contas não sou a melhor representante-patriota-deste-país; não luto a favor de muitos direitos e, pra falar bem a verdade, sou acomodada em muitos sentidos. Isso é péssimo, claro que é! Pensei em vários motivos para não ir: o vandalismo que a mídia foca o tempo todo para nos assustar; o medo de ser agredida e de passar mal (síndrome do pânico, oi!) na multidão, por exemplo. Mas a curiosidade foi maior: fazer parte desta manifestação na qual vários brasileiros estavam dispostos a compartilhar suas ideias em cartazes e cantos durante mais ou menos 5 horas de caminhada? Não pude deixar passar. Peguei minha câmera, meus remédios para emergências, orei a Deus para que nos protegesse de qualquer tumulto e lá fui eu….

Gente, peço desculpas desde já pela qualidade das fotos! Eu sou péssima para fotografar à noite e não sei usar o flash muito bem. Detalhe: muitas fotos saíram embaçadas. Por favorzinho, relevem.. :x

O encontro foi na Praça do Rádio Clube. Às 16h30 já tinha uma multidão de ideias e cartazes prontos para percorrerem as principais ruas de Campo Grande. Não posso mentir que não me assustei. Caramba, uma galera reunida, indo de um lado para o outro cantando, gritando, fumando… ai que medo! Pensei “Putz, é agora que vou ter um ataque de pânico”. Queria voltar para casa e ver tudo no conforto da minha casa. Que tipo de jovem eu sou, gente??. Pensei nisso, ergui minha cabeça, comprei uma garrafinha de água (Rah, estou te devendo R$ 3,00! Não esqueci viu!) e fotografei algumas pessoas. Para quem não sabe, morro de vergonha de fotografar pessoas. Urgh, coisa de gente caipira mas é verdade. Demorei um tempão para me soltar e pedir “Oi, licença, posso tirar uma foto sua?”
Meu irmão quase deu uma cornetada na minha cabeça de indignação o.O

Por volta das 17h as pessoas decidiram caminhar pela Avenida Afonso Pena em direção à Prefeitura. É, tínhamos um longo percurso pela frente mas a animação das pessoas não as deixavam pensar nisso (eu pensei, claro: um quilo de máquina fotográfica no pescoço, mais um quilo na bolsa, só por Deus). Lá no fundo, eu queria mesmo era ver no que aquilo tudo ia dar. E me surpreendi.

Quanta gente animada! Uma multidão cantando a favor de tantas coisas, lutando por tantos direitos que dava orgulho de ver. Não sei se todo mundo ali era patriota, se todos estavam mesmo ali para protestar, mas foi bonito de ver. Um hino após o outro, as pessoas chamavam os moradores, os comerciantes “vem pra rua”, “vem pra rua”, com bandeiras do Brasil e rostos pintados. Eu que pensava que o motivo maior ainda era o preço da passagem, li cartazes com diversos tipos de protestos: tarifa de ônibus, preço da gasolina, a cura para gays, falta de bibliotecas, descaso com a educação e saúde. Alguns foram até engraçados (alguém já pensou no protesto contra bloqueio de Wi-Fi? Pois é.. ).
Quando cheguei em casa, tive a brilhante ideia de fazer um protesto assim: Blogueiros também merecem salário!


Acho muito engraçado os cartazes escritos com o português todo errado! (Espero que seja proposital, rs).


Ai gente, nem preciso dizer que esse é meu cartaz favorito, né? Adorei, adorei e adorei!

Uma das coisas mais bacanas que vi na caminhada foi encontrar pessoas de todas as idades: desde crianças até idosos. Alguns segurando cartazes, outros com o rosto pintado. Mas todos erguendo suas vozes com orgulho, como se agarrassem as causas com unhas e dentes. Uau, me impressionei. Será que os senhores de mais idade sentiram falta dessas manifestações?


Gente, essas senhoras estavam super animadas que não resisti: pedi licença e tirei uma foto! =)

Em determinado momento fiquei com medo de dar “baderna”. Alguns malandrinhos subiram em um patrimônio público e o vandalismo estava prestes a entrar em ação. Mas graças a Deus (e a consciência dos campograndenses) gritaram em uma só voz “descem, descem, descem!”. Mais uma confissão: eu não cantei os hinos e as músicas de protesto. Sempre fico rouquinha-da-Silva quando faço isso. Mas nas horas de puxar as orelhas dessas pessoas, ah minha gente, sou a primeira a cantar “descem, descem, descem!”. Acho muito divertido deixar as pessoas com a cara no chão em público, ah-rá.

E quando as pessoas invadiam as ruas, com os carros parados e buzinando? Meu Deus, pensei “se não vou morrer por causa desses protestantes, vou morrer atropelada!” Exagerada, jogada aos teus pés, eu sou mesmo exagerada. As pessoas se enfiavam entre os carros e aquilo me dava um desespero, que agonia! Claro que fiquei na calçada, é bem mais seguro. Enquanto isso os mais ativos cantavam “vem pra rua, vem pra rua!”.
Será que alguém foi?



Meu irmão e minha cunhada: dois “cidões” que adoram entrar na muvuca! No meio da rua, entre os carros e eu com o coração na mão!


Olha o “cidão” causando na rua de novo.

Resumindo, paramos em frente à Prefeitura Municipal de Campo Grande, fomos para a Câmara Municipal dos Vereadores e encerramos em frente ao Shopping Campo Grande. Novamente, um grupinho de pessoas subiram o gramado do Shopping para fazer graça e fora vaiados, com direito a musiquinha (adoro): “Sai da grama, sai da grama, sai da grama!” Muá-rá-rá-rá! #risadamaléfica. Ah claro, também protestamos contra a Copa do Mundo e o Café da manhã da Câmara Municipal!


Durante as minhas duas horas e meia de caminhada pude refletir em muitas coisas. Eu posso não ser patriota como muitos brasileiros têm mostrado em diversas cidades; posso não andar de ônibus e quem sabe não ser afetada diretamente com muitos pedidos ali. Mas o que eu sei é que estava ali representando muitos brasileiros que estão nessas condições. Compartilhando da mesma indignação do meu irmão brasileiro. O que eu fiz hoje foi por você, que ficou em casa e carece dos mesmos pedidos; por você, Guilherme, que viverá nesse país e precisará do melhor sistema educacional e de saúde, para que cresça em um país não tão caótico (a tia Jeh te ama). O que eu fiz foi pelos meus filhos, meus netos e as próximas gerações. Fiz acreditando que a voz do povo muda, sim, um país inteiro. Fico contente por ter feito parte deste trecho da História do Brasil. E torço, do fundo do coração, que nossa voz seja ouvida e entendida.

Obrigada a todos que fizeram parte deste momento, que não tumultuaram, não causaram danos maiores na cidade e conscientes dos motivos deste protesto. Não esperava tanta harmonia e calma em um momento desse, sério mesmo. Estava preparada para voadoras, cacetadas, correria, desespero, vidros quebrados e todas essas coisas que a mídia faz questão de focar para colocar medo na gente.
Se você quer fazer parte deste movimento na sua cidade, então vá! Não perca essa chance de mudar a sua cidade e mudar você mesmo. A experiência é maravilhosa e você terá a oportunidade de mudar o futuro de muitas pessoas!


Claro que meu namorado-lindo-mais-parceiro-do-mundo estava nessa comigo! Te amo beibe! <3

E vocês, fizeram ou farão parte do protesto em suas cidades? Compartilhem conosco suas experiências pelos comentários! Quero ver a manifestação sob o ponto de vista de vocês e não pela mídia! Conte quais são os direitos e pedidos que vocês clamam em alta voz!
Um beijo di moça!

@blogdimoca no Instagram!

Di Moça :: Colecionando sonhos e palavras! - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2015 - Ilustração por Juliana Rabelo